PUBLICIDADE
Topo

Um dia após acidente, protesto de taxistas interdita Linha Amarela

Do Estadão Conteúdo, no Rio

29/01/2014 15h39

Um grupo de taxistas interditou, na tarde desta quarta-feira (29), a pista sentido zona oeste da Linha Amarela, na zona norte do Rio de Janeiro, no ponto em que um caminhão derrubou uma passarela, na manhã de terça-feira (28), provocando a morte de cinco pessoas. Os manifestantes, que haviam participado do enterro de uma das vítimas, também taxista, protestavam contra a falta de fiscalização da prefeitura na via.

Caminhão levantou caçamba após entrar na Linha Amarela

Na manhã desta quarta-feira, dezenas de caminhões circulavam pela Linha Amarela no horário proibido a esse tipo de veículo, entre 6h e 10h. Cerca de 40 moradores da favela Águia de Ouro, localizada em uma das laterais da via expressa, estão reunidos para discutir o que fazer. Uma parte do grupo defende a realização de um novo protesto. Dois moradores da comunidade que passavam pela passarela atingida pelo caminhão morreram no acidente. No momento, a via expressa está totalmente liberada ao tráfego.

Cotidiano