Topo

Polícia apreende R$ 600 mil em cédulas falsas em Teresina

A Polícia do Piauí prendeu dois homens que carregavam uma mala de dinheiro falso em Teresina - Divulgação/Polícia Federal
A Polícia do Piauí prendeu dois homens que carregavam uma mala de dinheiro falso em Teresina Imagem: Divulgação/Polícia Federal

Aliny Gama

Do UOL, em Maceió

26/03/2014 15h33

A Polícia do Piauí apreendeu cédulas falsas no equivalente ao valor de R$ 600 mil, que estavam com dois homens em um hotel em Teresina, nesta quarta-feira (26). O dinheiro falsificado seria usado para aplicar um golpe na compra de um terreno na cidade de Parnaíba (a 340 km de Teresina), no litoral piauiense.

Os golpistas foram presos em flagrante e a Polícia Federal vai investigar a origem do dinheiro falso.

Raimundo Mendes Rodrigues Santos e Francisco Marcelo Campelo de Carvalho também possuíam documentos falsos. A dupla tinha um crachá falsificado da Câmara dos Deputados, em nome de João Luiz, mas com a foto de Carvalho, além de um terno com distintivo da República Federativa do Brasil.

Entre outros objetos encontrados com Santos e Carvalho estava uma edição do livro "Como convencer alguém em 90 segundos".

A polícia apreendeu ainda uma caminhonete L-200 Triton, que havia sido roubada em Araguaína (TO).

O delegado Matheus Zanatta afirmou que a polícia de Tocantins avisou sobre o veículo roubado, que estaria indo em direção ao Piauí. Após investigações, os policiais chegaram até os dois homens, que estavam hospedados em um hotel no bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina.

Segundo a polícia, os dois homens compraram 42 quilos de ouro em Cuiabá (MT) usando o dinheiro falsificado. Em depoimento, eles admitiram ter comprado as cédulas falsificadas pela internet, mas a polícia suspeita envolvimento na confecção de dinheiro falso.

Na ficha criminal de um dos envolvidos consta que ele foi preso de posse de cédulas falsas no equivalente a R$ 6 milhões, no Distrito Federal.

Mais Cotidiano