PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Reforço no policiamento no Rio de Janeiro começa nesta segunda

O secretário de Segurança do Estado, José Mariano Beltrame, anunciou que 2.000 homens se somarão ao efetivo policial - Jose Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo
O secretário de Segurança do Estado, José Mariano Beltrame, anunciou que 2.000 homens se somarão ao efetivo policial Imagem: Jose Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, no Rio

05/05/2014 09h04

O Rio de Janeiro dá início, a partir desta segunda-feira (5), ao esquema de reforço no policiamento desenvolvido para aumentar a segurança na capital fluminense. O secretário de Segurança do Estado, José Mariano Beltrame, anunciou na última sexta (2) que 2.000 homens se somarão ao efetivo policial a fim de reforçar a vigilância no Rio.

"Estou colocando praticamente toda a polícia na rua adiantando o que iria fazer na Copa do Mundo com ostensividade do policiamento. Os projetos de companhias destacadas da PM continuam, mas agora a medida é sobre as manchas criminais para reduzir isso", afirmou Beltrame em visita ao Complexo da Maré.

O anúncio do secretário coincidiu com a publicação do índice de criminalidade no Estado. Conforme divulgou o ISP (Instituto de Segurança Pública), em fevereiro deste ano, o número de homicídios dolosos (intencional) teve um aumento de 23,9% com relação ao mesmo mês de 2013, passando de 389 para 482.

Em março, o crescimento foi de 23,6%, após passar de 411 casos no terceiro mês de 2013, para 508 no mesmo período de 2014. O número de mortes em enfrentamentos com a polícia, por sua vez, passou de 96 durante o primeiro trimestre de 2013, para 153 nos primeiros três meses de 2014, o que representa um aumento de 59,3%.

Os dados de criminalidade no primeiro trimestre de 2014 mostram que a violência no Rio voltou aos níveis do mesmo período de 2008, quando o Estado ainda não havia iniciado o programa de UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) --a primeira unidade começou a funcionar em dezembro daquele ano no morro Santa Marta, em Botafogo, na zona sul. (Com Efe)

Cotidiano