PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

São Paulo deixa estado de atenção, mas ainda há alagamentos

População recorre a guarda-chuvas após dia amanhecer chuvoso nesta segunda-feira (2) na capital paulista - Dario Oliveira/Código19/Estadão Conteúdo
População recorre a guarda-chuvas após dia amanhecer chuvoso nesta segunda-feira (2) na capital paulista Imagem: Dario Oliveira/Código19/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

02/02/2015 09h12Atualizada em 02/02/2015 10h49

A forte chuva que atingiu a cidade de São Paulo na manhã desta segunda-feira (2) deixou parte da cidade em estado de atenção para enchentes durante cerca de duas horas.

Por volta das 8h45, a zona oeste e a região da marginal Pinheiros estavam sujeitas a ocorrências de inundações, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) da prefeitura. Às 9h, as regiões sul e sudeste da cidade foram colocadas em estado de atenção.

O CGE registrou até o momento três pontos de alagamento na cidade: na avenida das Nações Unidas, no sentido Interlagos, perto da avenida jornalista Roberto Marinho, e na avenida Santo Amaro, sentido centro, na altura do número 4.822, em Santo Amaro, na zona sul; e na avenida professor Francisco Morato, em direção ao centro, perto do número 3.535, no Butantã, na zona oeste.

Apesar da chuva, a capital registrava às 9h 75 km de congestionamento, abaixo da média para o horário, que varia entre 86 km e 120 km. A região com maior lentidão era a zona sul, com 32 km de filas.

Previsão do tempo

Segundo o centro, áreas de instabilidade vindas da região de Sorocaba atingiram a capital paulista a partir da zona oeste na manhã de hoje.

A previsão do tempo para esta segunda é de chuva moderada a forte e riscos de alagamentos ao longo do dia. Na terça-feira (3), o sol deve aparecer, e as temperaturas vão ficam altas. No fim do dia, há previsão de chuva isolada e rápida.

Cotidiano