Após indiciamento, presidente da Samarco pede afastamento da empresa

Carlos Eduardo Cherem

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

  • Alexandre Guzanshe/EM/D.A press

    Ricardo Vescovi, diretor-presidente da Samarco, presta depoimento ao MPF

    Ricardo Vescovi, diretor-presidente da Samarco, presta depoimento ao MPF

O diretor-presidente da Samarco Ricardo Vescovi de Aragão e o diretor de Infraestrutura e Operações da mineradora, Kléber Luiz de Mendonça Terra, foram afastados da empresa nesta quarta-feira (20). Os dois fizeram o pedido de afastamento ao Conselho de Administração da companhia, que aceitou o pedido.

Os dois executivos foram indiciados em inquérito da PF (Polícia Federal) que apura as responsabilidades no rompimento da barragem da Samarco, em Mariana (MG), em novembro do ano passado, que matou 17 pessoas e deixou duas desaparecidas.

"Após concluídas, as primeiras etapas de atendimento emergencial ao acidente, os executivos acreditam que o licenciamento temporário é importante para que possam se dedicar às suas defesas", informou a Samarco.

Interinamente, a função será ocupada pelo atual diretor Comercial, Roberto Carvalho. O cargo de diretor de Infraestrutura e Operações será exercido, também interinamente, pelo diretor de Projetos e Ecoeficiência, Maury de Souza Júnior, que passa a acumular as duas funções.

Interinamente, a função será ocupada pelo atual diretor Comercial, Roberto Carvalho. O cargo de diretor de Infraestrutura e Operações será exercido, também interinamente, pelo diretor de Projetos e Ecoeficiência, Maury de Souza Júnior, que passa a acumular Carvalho, 57, trabalha na empresa há 30 anos. O executivo é formado em Metalurgia pela UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto) e possui mestrado em Tecnologia Mineral.

O executivo entrou para a companhia, em 1985, como engenheiro de processos. Ele atuou em diversas funções das operações de pelotização na unidade de Ubu, em Anchieta (ES). Em 2000, ele coordenou a implementação da área comercial da mineradora, tornando-se diretor Comercial em 2001.

Primeiro emprego

Vescovi, por sua vez, atuou na Samarco durante 22 anos. Capixaba, 45, ele foi contratado pela mineradora, onde fazia estágio, em janeiro de 1993, logo após graduar-se em engenharia metalúrgica pela UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto). A Samarco foi a única empresa em que o executivo atuo em sua carreira profissional.

Sua trajetória na empresa inclui cargos executivos na área de pelotização de minério de ferro. Entre 2006 e 2012, antes de tornar-se diretor presidente, Vescovi foi diretor de Operações e Sustentabilidade da mineradora.

 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos