Violência no Rio

Alta temporada turística tem aumento de 45% nos roubos de celulares no Rio

Do UOL, no Rio

O número de roubos de aparelhos celulares subiu 45,1% no Rio de Janeiro no período de novembro de 2015 a janeiro de 2016, se comparado com o mesmo período no ano anterior. Os meses em questão são justamente aqueles das férias escolares, quando ocorre a alta temporada turística no Estado.

Segundo dados divulgados pelo ISP (Instituto de Segurança Pública), órgão ligado à Secretaria de Segurança do Estado, foram 3.620 ocorrências registradas em delegacias no período. O roubo de veículos entre novembro e janeiro também cresceu: com 997 casos a mais, o aumento foi de 12,3%. Assaltos em ônibus e trens subiram 9,7% no período, de 2.022 ocorrências para 2.218.

Os números gerais referentes a roubos de rua –que incluem roubo a pedestres, a celulares e no transporte coletivo— praticamente se mantiveram os mesmos entre 2015 e 2016. Houve um aumento de 0,7%.

Mortes violentas

Os números são melhores quando se analisa os dados referentes a mortes violentas no Estado. O indicador de letalidade violenta --homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e homicídios causados por policiais-- apresentou redução de 8,3% em janeiro de 2016. Foram 1.289 mortes por letalidade violenta no Estado no trimestre, 116 a menos que no mesmo período do ano anterior.

As mortes causadas por policiais, quando comparadas com 2015, registram a redução mais expressiva. Neste ano, foram 128 homicídios desse tipo no Estado, 38 a menos do que no ano anterior –queda de 22,9%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos