Zulmair Rocha/UOL

Chuvas

Após chuvas, "línguas negras" reaparecem em praias da zona sul do Rio

Do UOL, no Rio

  • Júlio César Guimarães/UOL

    O canal de esgoto reapareceu na praia de Copacabana, na altura da rua Santa Clara

    O canal de esgoto reapareceu na praia de Copacabana, na altura da rua Santa Clara

O mês de fevereiro de 2016 foi o mais chuvoso dos últimos 18 anos no Rio de Janeiro, de acordo com o sistema Alerta Rio da prefeitura. Com as chuvas, reaparece também um problema antigo na cidade: as "línguas negras", manchas de esgoto formadas nas praias no encontro com as águas do mar.

A chuva da última segunda-feira (29) fez com que surgissem duas línguas negras, uma na praia de Copacabana, um dos principais pontos turísticos da cidade, e outra na praia do Leme, ambas na zona sul do Rio. Embora a Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) tente fechar a saída de esgoto para a praia de Copacabana com montes de areia, a força das águas que descem para o mar reabrem o canal.

De acordo com a Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro), ainda não é possível saber se as línguas negras foram causadas por uma tubulação de esgoto ou pela saída da água em excesso de uma galeria de água pluvial. Técnicos do órgão foram até o local checar.

Júlio César Guimarães/UOL
Língua negra reapareceu também na praia do Leme

O temporal bateu recorde em volume de chuva na capital, quando choveu 65,9 milímetros (69% do esperado para todo o mês de fevereiro de 2016). A média histórica do mês é de 95,2 milímetros. 

As estações Rocinha, na zona sul, e Recreio, na zona oeste, atingiram registros acima da média histórica de fevereiro: foram 125 milímetros na Rocinha (49% de chuva acima dos 85,8 milímetros de média histórica), enquanto que Recreio marcou 123,6 milímetros (33% a mais do que os 92,7 milímetros de média).

O temporal provocou transtornos na segunda-feira na cidade, que ficou em estado de atenção, devido a diversos alagamentos. O aeroporto Santos Dumont ficou fechado por cerca de três horas durante a tarde e o aeroporto internacional Tom Jobim (Galeão) operou por instrumentos. Em Niterói, um homem foi fotografado em uma rua alagada remando em cima de uma prancha de SUP (Stand Up Paddle).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos