Menino de 2 anos é resgatado de buraco de 2 metros sem arranhões

Fabiana Marchezi

Colaboração para o UOL, em Campinas

Um menino de dois anos foi resgatado ileso após cair em um buraco de 2 metros de profundidade e 30 centímetros de diâmetro no fim da tarde desta terça-feira (15), no bairro rural Ribeirão da Onça, em Cesáreo Lange (a 153 km de São Paulo).

O buraco foi aberto por uma obra no sítio onde os pais da criança são caseiros. A obra, que consiste na construção de um muro, fica a alguns metros da casa da família.

O acidente aconteceu por volta das 17h, quando Izak Carlos de Sá Cirqueira estava com o pai, que juntava as ferramentas para entrar em casa.

"Foi um segundo de descuido. Foi muito rápido, um susto. Fiquei desesperada. Estava com eles cinco minutos antes. Voltei para casa só para recolher a roupa porque vi que ia começar a chover. De repente, ouço meu marido gritando e saio correndo. Quando cheguei, ele estava dentro do buraco", contou a mãe, Vanessa de Sá Cirqueira, 36.

Segundo Vanessa, o marido disse que virou para terminar de recolher as ferramentas e, segundos depois, ouviu os gritos do filho. "Ele olhou para trás e percebeu que ele [a criança] tinha caído. Nós tentamos tirar, mas era fundo e apertado. Tivemos que chamar os bombeiros. Foi uma sensação horrível", completou a mãe.

Para a família, o fato de a criança ter saído do buraco sem nenhum arranhão foi considerado um milagre. "Foi milagre. Do jeito que ele ficou dentro do buraco, saiu todo cheio de terra, pensei que ele fosse estar todo machucadinho, mas não teve nem um arranhão. Nada. Agora não saio de perto dele nem um minuto. Vamos redobrar a atenção. Mas ele gosta de brincar, já está correndo por aqui, nem parece que aconteceu algo", contou a mãe.

Apesar do sucesso no resgate, o sargento Elias de Moraes, do Corpo de Bombeiros de Tatuí, responsável pela ocorrência, contou que salvamentos como esse nunca são fáceis. "É sempre complicado. E quando se trata de criança, o cuidado é ainda maior. Para esse tipo de resgate é preciso usar técnicas de salvamento de local confinado e técnicas de soterramento", explicou Moraes.

Izak ficou menos de uma hora no buraco. Entre a chegada das equipes de salvamento e socorro e a retirada do menino do buraco foram cerca de 15 minutos. "Os bombeiros foram muito rápidos. Mas parecia uma eternidade", disse Vanessa, que tem outras duas filhas, além de Izak.

Após o resgate, o menino foi encaminhado a um hospital da região, onde passou por exames e foi liberado em seguida. O vídeo com o resgate da criança divulgado no Facebook teve milhares de visualizações em poucas horas. "É uma alegria para nós quando resgatamos a pessoa ilesa", afirmou o sargento Moraes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos