Metroviários de SP rejeitam proposta de reajuste salarial do Metrô

Do UOL, em São Paulo

  • Apu Gomes-9.jun.2014/Folhapress

    Metroviários não aceitam proposta e podem paralisar serviço em São Paulo

    Metroviários não aceitam proposta e podem paralisar serviço em São Paulo

Os representantes dos metroviários de São Paulo decidiram na tarde desta segunda-feira (23) não aceitar a proposta apresentada pelo Metrô (Companhia do Metropolitano de São Paulo), de 7,5% de reajuste salarial, informou o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 2ª Região. Os trabalhadores pedem 10,82% de reajuste mais 6,59% de aumento real.

A reunião entre representantes do Metrô e dos metroviários ocorreu no TRT, na capital paulista, com a mediação do desembargador Willy Santilli.

Após o encontro, os funcionários do Metrô se reúnem, no início da noite desta segunda, na sede da categoria, na zona leste de São Paulo, para avaliar se paralisam as suas atividades durante 24 horas nesta terça-feira (24) e a adoção de outras ações. A paralisação, se acontecer, não irá incluir a Linha 4 - Amarela, que é administrada pela empresa ViaQuatro. 

Uma nova audiência entre Metrô e sindicalistas foi agendada para o próximo dia 31, no TRT. O Metrô ainda não se pronunciou sobre a audiência de conciliação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos