Morador de rua é atacado com álcool e tem o corpo queimado em Ribeirão Preto

Eduardo Schiavoni

Colaboração para o UOL, em Ribeirão Preto

A Polícia Civil de Ribeirão Preto (SP) investiga a tentativa de homicídio sofrida por um morador de rua de 29 anos que foi incendiado e teve o corpo queimado. Ele teria sido atacado por um grupo com etanol em um bairro de classe média da cidade. A suspeita é de que traficantes de drogas tenham sido os autores do crime, segundo investigadores de polícia. A vítima, que correu ao ser incendiada, teve 20% do corpo queimado e ainda foi atropelada. Está internado em estado grave em hospital da cidade

O crime ocorreu por volta das 20h deste domingo (12) na avenida Guido Golfeto, no Jardim Independência, zona norte de Ribeirão Preto e, segundo relatos de policiais que atenderam a ocorrência, a vítima, o desempregado Jean Carlos da Silva Souza, 29, afirmou que supostos traficantes passaram a acusá-lo pelo furto de uma quantidade de drogas que eles teriam deixado na região onde o morador de rua costumava dormir.

Em depoimento aos policiais, Souza relatou que os traficantes teriam dito que ele iria ser responsabilizado pelo furto e, depois, passaram a jogar etanol em seu corpo ateando fogo na sequência. No local, os policiais disseram que havia também uma moradora de rua, que presenciou a ação.

"Eles chegaram e disseram que queriam a droga de volta. Aqui é ponto de venda e eles tinham escondido pedras de crack em um ferro velho. Como ele disse que não tinha pegado nada, os traficantes disseram que ele ia ter que pagar de algum jeito e tacaram fogo nele", disse a mulher, que não quis se identificar, em depoimento aos investigadores.

Ainda segundo o relato dos policiais no boletim de ocorrência, a vítima indicou que conhecia ao menos um dos autores e forneceu o apelido dele à polícia. A PM (Polícia Militar) chegou a patrulhar o bairro em busca do homem indicado, mas ele não foi localizado.

Atropelamento

Após o ataque, Souza saiu correndo pela avenida, com o corpo pegando fogo, e acabou sendo atropelado por um Fiat Uno que trafegava no local. O motorista do carro ajudou a apagar o fogo do corpo da vítima e acionou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que fez o resgate.

Souza foi levado ao Pronto Socorro municipal. Lá, ele falou com a polícia e forneceu os detalhes relatados pelos policiais. Após o primeiro atendimento, foi encaminhado para a unidade de queimados do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, onde permanece internado.

Segundo o delegado Marcelo Garcia de Lima, responsável pela delegacia da área que apura o fato, a ocorrência já foi registrada e a investigação deve começar oficialmente assim que a ocorrência chegar o Plantão Policial, o que deve acontecer até quarta-feira. "Vamos tomar oficialmente ciência do fato e investigar", disse.

Garcia afirma que o relato fornecido pelos policiais sobre a ação dos traficantes drogas é principal linha de investigação. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos