Seis policiais são presos acusados de integrar grupo de extermínio no RN

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

  • Marcelino Neto/Divulgação

Seis policiais foram presos em Mossoró (RN), região oeste do Estado, acusados de formação de grupo de extermínio e assassinato de pelo menos 14 pessoas. As prisões ocorreram nesta manhã de quarta-feira (22) durante operação da Força Nacional de Segurança Pública e da Polícia Civil do Rio Grande do Norte.

Segundo a polícia, quatro PMs e dois policiais civis foram presos acusados dos crimes. Os suspeitos serão transferidos para Natal, pois Mossoró não possui presídio militar. Eles ficarão no presídio militar de Natal, localizado dentro do Bope (Batalhão de Operações Especiais), no bairro de Panatis. 

Os nomes dos acusados ainda não foram divulgados. O grupo vinha sendo investigado por equipe da Força Nacional há pelo menos um ano. A polícia descobriu que os suspeitos agiam como justiceiros, assassinando pessoas envolvidas em crimes, mas pessoas sem ficha criminal também teriam sido mortas pelos acusados. Investigações apontaram ainda que o grupo suspeito era contratado para cometer assassinatos.

Foram cumpridos 13 mandados, incluindo de prisão temporária (por 30 dias), condução coercitiva e busca e apreensão, expedidos pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. A operação envolveu 108 homens da Força Nacional e das polícias Civil e Militar, além do helicóptero Potiguar 1, da Secretaria de Segurança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos