Castelos no Brasil? Sim, nós também temos

Do UOL, em São Paulo

Os castelos não habitam apenas os contos de fada infantis. Também fazem parte do imaginário de nós, adultos. Afinal, quem nunca pensou em visitar esse tipo de construção, que teve origem e se popularizou na Europa medieval e é símbolo de poder e riqueza? E se eu dissesse a você que dá para realizar esse desejo sem sair do país?

  • 49568
  • true
  • http://noticias.uol.com.br/enquetes/2016/07/08/voce-construiria-um-castelo-para-morar.js

Sim, o Brasil também tem castelos espalhados por várias partes do seu território. Alguns são obra da imaginação e do esforço de pessoas que colocaram na cabeça que queriam morar como reis e rainhas.

Tem outros que foram transformados em centros culturais e são abertos ao público. Já outros não permitem visitação, mas tenho certeza que ninguém vai reclamar se você for lá e tirar algumas fotos de sua fachada, né?

Conheça alguns dos castelos tupiniquins!

Rio de Janeiro

André Az/Fundação Oswaldo Cruz

Conhecido por suas belezas naturais, o Rio de Janeiro tem o seu castelo, com arquitetura inspirada na arte hispano-muçulmana. É o Castelo Mourisco, que abriga a sede da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

O edifício foi projetado pelo arquiteto Luiz Moraes Júnior, começou a ser erguido em 1905 e foi concluído em 1918. No local, há fotos e documentos que contam a história da ciência e da saúde pública no país. O castelo é aberto à visitação gratuita de terça a sexta, mas é preciso fazer agendamento prévio; aos sábados, as visitas são livres.

Joinville (SC)

Leonardo Coradelli/Divulgação

Morar em um castelo é um sonho para muito de nós, mas para o massoterapeuta Leonardo Coradelli, 66, é uma realidade. Demorou 20 anos, mas hoje o morador de Joinville (a cerca de 180 km de Florianópolis) tem um castelo para chamar de seu. Ele mesmo ergueu a construção, que se tornou ponto turístico da cidade. 

Segundo ele, a edificação tem mais de 700 metros de área construída, quatro andares, 48 torres, 31 arcos, 21 cômodos e uma piscina com chafariz dentro. O melhor de tudo é que dá para conhecer o castelo por dentro e sem pagar nada. "Fiz o castelo para ouvir meu coração, não pensei em ganhar dinheiro", diz. 

Recife

Divulgação/ Instituto Ricardo Brennand

O empresário pernambucano Ricardo Brennand é outro que pode dizer com orgulho que tem um castelo. Rodeada por uma vasta área verde, no Recife, a construção foi feita para abrigar sua coleção de mais de 3.000 armas e armaduras. Os objetos datam do século 15 até os dias atuais e começaram a ser colecionados por Brennand na década de 40.

O castelo integra um complexo cultural que inclui pinacoteca, biblioteca e um parque com lagos artificiais e esculturas gigantes que reproduzem obras clássicas, como "o Pensador", de Augusto Rodin, e "David", de Michelangelo. O espaço é aberto à visitação, mas é preciso pagar entrada.

Caxias do Sul (RS)

Divulgação

Em Caxias do Sul (a 135 km de Porto Alegre), há um castelo que é inspirado em um exemplar medieval espanhol do século 11. Começou a ser construído no fim da década de 60 e demorou dez anos para ficar pronto.

É possível fazer visitas guiadas pelo espaço e ainda degustar vinhos já que o local faz parte de uma vinícola. A visitação é paga e deve ser agendada. Uma dica: se você for no inverno, corre o risco de ver o castelo coberto de neve, como nos filmes!

Natal

Divulgação

A paixão que o empresário Renato de Lucca tem desde criança por tudo ligado à Idade Média o levou a construir seu próprio castelo em Natal. Foram dois anos de trabalho e 190 mil tijolos utilizados, segundo o próprio.

No espaço funciona, desde 1995, um hostel, uma espécie de hotel, mas com quartos coletivos, que cobra por cama e não por quarto, o que acaba barateando o preço da diária. No local também tem uma bar inspirado nas antigas tavernas.

Curitiba

Divulgação/ Castelo do Batel

O bairro nobre do Batel, em Curitiba, abriga um castelo que já hospedou figuras ilustres como os ex-presidentes Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros, João Goulart, além de príncipes de países como Japão e Holanda.

Sonho do cafeicultor Luiz Guimarães e inspirado nos castelos franceses, o edifício começou a ser construído em 1924 e concluído quatro anos depois. Atualmente, um centro de eventos funciona no castelo.

Pesqueira (PE)

Novais Almeida

Ao longo de mais de 20 anos, o comerciante Edvonaldo Torres tem dedicado seu tempo livre a construir um castelo com cerca de 40 metros de altura e 2.000 m² na cidade de Pesqueira (a 215 km do Recife). 

A edificação tem em sua fachada centenas de esculturas e dezenas de obeliscos. São 20 salas, 5 quartos e 7 banheiros. Infelizmente, só dá para apreciar a construção do lado de fora porque o dono não deixa ninguém entrar.

São João Nepomuceno (MG)

Leonardo Costa/Estado de Minas

Em 2009, o então deputado federal Edmar Moreira ganhou notoriedade depois que se descobriu que ele tinha nada mais nada menos que um castelo em São João Nepomuceno (a 322 km de Belo Horizonte), sem nunca ter declarado isso à Receita Federal. À época, ele afirmou que tinha transferido a propriedade para os seus filhos.

O imóvel construído entre 1982 e 1990 é grandioso. São 36 suítes e dois elevadores. "O Castelo Monalisa dispõe ainda de complexo aquático com a maior piscina residencial e talvez até comercial construída na América do Sul", diz anúncio de venda do edifício. O castelo é cercado por lagos. Visita só podem ser feitas para quem tem interesse de comprar o imóvel e após comprovação de renda. 

Conheça outros castelos brasileiros

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos