PM investiga ação de cabo que, em revista, vira garoto de cabeça para baixo

Carlos Eduardo Cherem

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

A corregedoria da PM (Polícia Militar) de Minas Gerais abriu nesta terça-feira (1º) sindicância para apurar o procedimento de um cabo ao abordar um adolescente, em Belo Horizonte. Na revista, o policial levantou o garoto, virou-o de cabeça para baixo e sacudiu-o, na tentativa de que caísse algo que o adolescente poderia estar carregando.

A PM pretende identificar o policial e o adolescente e  a data da ocorrência. 

Nas imagens, dois policiais abordam dois jovens suspeitos. Os garotos são colocados de frente para a parede e colocam as mãos na cabeça. Um dos policiais faz a revista irregular; o outro, ao fundo, faz o procedimento padrão com o outro menino.

Por meio de nota, a PM informou que "o vídeo de uma abordagem realizada por um cabo da PM que está circulando nas redes sociais não está dentro do padrão de abordagem policial previsto em nossas normatizações".

"A instituição possui cadernos doutrinários que disciplinam detalhadamente a forma segura e correta de realizar uma abordagem, garantindo o respeito aos direitos humanos e a segurança de todos os envolvidos", informou a corporação.

Ainda de acordo com a PM, "há previsão de punição administrativa e penal se for o caso, para o policial militar que atua em desconformidade com o que é disseminado exaustivamente em nossos treinamentos".

"O vídeo foi enviado para a corregedoria da Polícia Militar", finaliza o comunicado da corporação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos