PCC x CV: Preso foi morto por asfixia em transferência no PI

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

O prisioneiro Humberto Wilton Fernandes Moraes foi morto por asfixia por outros dois detentos nesta quinta-feira (12) enquanto era transferido da Casa de Custódia, em Teresina (PI), para a penitenciária de São Raimundo Nonato, que fica na região sul do Estado.

Segundo o delegado Assis Carvalho, que colheu depoimento dos suspeitos, a motivação do crime seria a disputa entre as facções CV (Comando Vermelho) e PCC (Primeiro Comando da Capital).

A Sejus (Secretaria de Justiça e Cidadania do Piauí) informou que está apurando o ocorrido.

"O acusado alegou que Humberto tentou matá-lo há algum tempo e que quando teve oportunidade, durante a transferência, se vingou também porque a vítima seria integrante do PCC e rival do Comando Vermelho", disse o delegado.

Agentes não viram nada

Segundo o Sinpoljuspi (Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí), os agentes penitenciários não ouviram o barulho da briga entre os presos --o veículo não tem câmera nem equipamentos de comunicação para monitorar presos durante o transporte.

"Os presos bateram na lataria atrás da viatura e os agentes penitenciários pararam num posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal), na entrada da cidade, para saber o que estava acontecendo", contou o vice-presidente do Sinpoljuspi, Kleiton Holanda. "Um deles se manifestou informando que havia matado o outro detento porque ele era do PCC."

No veículo estavam oito presos –seis deles iam ficar na penitenciária Vereda Grande, em Floriano, e outros dois são da comarca de São Raimundo e vieram à Teresina para audiência.

Segundo o sindicato, os agentes fizeram a revista de acordo com os padrões de segurança nos três presos e os colocaram no "gaiolão", onde presos ficam para seguirem viagem. Por volta das 10h30, os agentes penitenciários foram informados pelos presos que Humberto Wilton Fernandes Moraes estava morto.

A Sejus informou que abriu sindicância para apurar o ocorrido. A Diretoria da Unidade de Administração Penitenciária da Secretaria de Justiça do Piauí destacou que a escolta dos presos ocorreu de acordo com os procedimentos padrões de segurança, em condições adequadas de transporte, tendo sido feita uma vistoria junto aos detentos, antes da transferência.

Mortes em Maceió

Em Maceió, detentos da Casa de Custódia divulgaram um vídeo, nesta sexta-feria (13), momentos após o assassinato de um preso no local. Dois reeducandos foram mortos na manhã dessa quinta-feira (12).

Nas imagens, um dos presos aponta para o corpo e diz: "Mais um aqui simpatizante CV". O corpo da vítima também teve o coração e órgãos internos arrancados por presos.

Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas, o módulo onde o detento foi morto é ocupado por integrantes do PCC.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos