Violência no Rio

Tráfico manda fechar comércio de bairro boêmio do Rio por 2 dias consecutivos

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Domingos PeixotoAgência O Globo

Os estabelecimentos comerciais da Lapa, na região central do Rio de Janeiro, encerraram o expediente mais cedo e fecharam as portas no meio da tarde de segunda (17) e terça-feira (18) após ordens de traficantes da região.

Pelas redes sociais, moradores relataram o clima de tensão no bairro: "Toque de recolher na Lapa. Todas as lojas fechadas, do Cores da Lapa até o Bairro de Fátima", escreveu um internauta.

Uma academia do bairro chegou a colar um cartaz pedindo desculpas pelo inconveniente. "O tráfico da região mandou fechar todos os comércios e por medidas de segurança acatamos a ordem dada. Pedimos desculpas e agradecemos a compreensão", diz o cartaz em frente a uma das lojas da rede SmartFit.

Reprodução/Whatsapp
Academia pede desculpas ao público e culpa tráfico
A região, onde está situada a 5ª Delegacia de Polícia (Lapa), teve o policiamento reforçado por policiais militares do 5º batalhão. "A situação no local é tranquila, porém alguns comerciantes fecharam suas lojas", informou a PM. Segundo a corporação, a situação foi normalizada nesta quinta (19).

Um homem foi preso no fim desta quarta, apontado como o responsável por ordenar o fechamento do comércio. Segundo a PM, Carlos Jesse de Souza Vilazio, 23, foi identificado por testemunhas e pelas câmeras de segurança dos estabelecimentos e detido acusado de associação ao tráfico de drogas.

De acordo com a Polícia Civil, que investiga o caso, a ordem seria uma represália à morte de um chefe de um ponto de venda de drogas na rua André Cavalcanti, no bairro. Ele foi morto no começo da semana em uma operação da PM na favela Morro do Fallet, em Santa Teresa.

Apesar de contar com uma Unidade de Polícia Pacificadora desde 2011, a região tem sofrido com tiroteios constantes. No fim de dezembro um turista italiano morreu ao entrar por engano de moto na favela.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos