Após negociar dívida, Hopi Hari divulga data de reabertura

Demétrio Vecchioli

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Facebook

Fechado desde meados do mês de maio, o Hopi Hari informou em seu Facebook que irá reabrir na primeira quinzena do mês de junho. O parque de diversões, localizado na cidade de Vinhedo, no interior de São Paulo, agora controlado pela BRReality, conseguiu uma linha de crédito que irá permitir-lhe voltar a atender o público, reformando brinquedos e pagando dívidas. Entre elas, para o fornecimento de energia.

"Com esse financiamento, reabriremos nossos portões ainda no mês de junho para receber os nossos visitantes - em modo soft-open. De imediato, retomaremos o contrato de fornecimento de energia elétrica com a CPFL, estabilizaremos a situação dos nossos funcionários e colaboradores e continuaremos com nosso plano de reativação das atrações atualmente em manutenção. Enquanto isso, continuaremos com as reformas e adequações já iniciadas para renovar completamente o parque.", diz comunicado do Hopi Hari.

No site da BRReality, a operação do parque é tratada como fundamental para que o local se torne "a âncora" de um projeto que prevê a implantação do complexo hoteleiro com 1.200 apartamentos, com centro de convenções, eventos e exposições.

"O plano de investimento contempla o aumento da disponibilidade operacional das 44 atrações das cinco áreas temáticas, na adequação e conclusão do contrato de licenciamento de personagens Warner Brothers, o aprimoramento no atendimento aos 1,5 milhão de visitantes que recebemos anualmente e lançamento de um calendário de shows e eventos semanais ao ar livre", explica a empresa.

Abdalla assumiu o comando do Hopi Hari em abril, substituindo Luciano Corrêa. Ele encontrou o parque endividado e já muito perto de voltar a fechar as portas, como chegou a ocorrer no ano passado. Em maio, após publicação de uma reportagem do Estadão Conteúdo que relatava esse cenário de crise, o Hopi Hari culpou a perseguição da imprensa e anunciou que novamente deixaria de atender o público, prometendo voltar em breve.

"Nos momentos mais difíceis do Hopi Hari, muitos nos deram as costas. Felizmente, contamos sempre com o apoio incondicional de todos nossos funcionários e colaboradores, além dos milhões de fãs que se manifestaram nas redes sociais repudiando a campanha contrária ao Hopi Hari e nos oferecendo apoio e solidariedade", comentou Abdalla, por meio da assessoria de imprensa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos