Após contagem, polícia confirma que mais de 300 armas foram roubadas de Fórum no Guarujá

Demétrio Vecchioli

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Google

Três dias depois de bandidos assaltarem o Fórum Criminal do Guarujá, no litoral de São Paulo, a polícia enfim terminou de calcular quantas armas foram furtadas. E o número assusta: 372. Mais cedo, o delegado responsável pelo caso havia citado que apenas 175 delas estavam catalogadas.

O número final foi revelado no início da noite desta terça-feira pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), que afirmou que, " tão logo tomou conhecimento do fato, determinou que as Assessorias Policial Militar e Civil do TJSP, detalhadamente, levantassem o número de armas e objetos subtraídos." Além das 372 armas, foram levados um colete e um telefone celular, apenas.

Ainda de acordo com o TJSP, a Presidência e a Corregedoria Geral da Justiça "estão trabalhando intensamente para a identificação de todos os envolvidos na ação criminosa, com a recuperação dos bens subtraídos".

Pelo que explicou o TJSP, desde setembro do ano passado, as novas armas apreendidas não são mais remetidas ao fórum, mas encaminhadas diretamente para destruição. Mas as armas que interessem ao processo ou que possam ser destinadas às Polícias para utilização seguem sendo levadas ao fórum criminal.

Em nota enviada ao UOL, o "Instituto Sou da Paz" criticou o incidente, apontando que a resolução 134 do Conselho Nacional de Justiça regula a questão desde 2011, determinando que armas de fogo apreendidas devem ser encaminhadas para destruição a fim de evitar grande acúmulo de armamentos. "O zelo de juízes e promotores pelo encaminhamento rápido de armas para destruição é de fundamental importância para que desvios como estes não ocorram mais", aponta o Instituto.

O assalto

O Fórum Criminal do Guarujá fica no início da praia da Enseada, na primeira rua depois do Morro do Maluf, em área de bastante movimento. Apesar das diversas armas que estavam no local, o Fórum era protegido apenas por seguranças, que acabaram rendidos por dois bandidos no sábado à noite.

Imagens da câmera de segurança de um condomínio da mesma rua, divulgadas pela TV Tribuna, de Santos, mostram o que parece ser uma Kombi entrando no estacionamento do Fórum, enquanto um carro e uma moto ficam do lado de fora, de guarita. Um carro do Poder Judiciário também foi levado.

No comunicado enviado à imprensa, o TJSP diz que a remoção das armas, para que elas não permaneçam nos fóruns, é "um anseio antigo de magistrados, servidores, operadores do Direito e população em geral".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos