Prova do Detran feita por Doria não tem pergunta sobre excesso de velocidade

Janaina Garcia

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Prefeitura de São Paulo

    João Doria faz cursinho no Detran para recuperar carteira de motorista após multas

    João Doria faz cursinho no Detran para recuperar carteira de motorista após multas

Adepto do bordão "acelera" tanto na campanha eleitoral quanto no exercício do mandato, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), não teve de responder a nenhuma questão sobre excesso de velocidade no exame de reciclagem a que foi submetido na manhã desta terça-feira (13), em uma unidade do Detran, para reverter a suspensão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

A informação foi dada por outras pessoas que prestaram a prova, já que o prefeito não quis responder que perguntas achava que tinha errado nem quais achou mais difíceis.

De acordo com alunos que fizeram aprova com o prefeito, tanto a versão A quanto a versão B da prova não caiu perguntas sobre excesso de velocidade. Ao todo, Doria respondeu 30 perguntas de múltipla escolha e errou quarto, com isso, recuperou a habilitação.

A suspensão da CNH foi revelada semana em reportagem do jornal "Folha de S.Paulo", segundo a qual o documento do tucano estava suspenso por acúmulo de pontos --entre as razões para isso, estavam multas por excesso de velocidade.

Para prestar a prova, Doria teve que fazer um curso online de 30 horas sobre trânsito. 

Indagado sobre a própria pontuação, Doria afirmou ter acumulado "23 pontos, se não me engano", mas enfatizou se tratar de "um acúmulo".

"Isso é um acúmulo de 2014, 2015 e 2016. Importante é que cumpri a minha obrigação, fiz o que qualquer cidadão deve fazer, de forma igual, não pedi privilégio ou vantagem. Fiz o curso com todos, cheguei no horário, preenchi e venci", declarou.

Durante a entrevista, o tucano salientou que 86% dos acidentes na capital tem motociclistas envolvidos e adiantou que firmou uma parceria entre prefeitura, via CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), e Detran para uma campanha de conscientização a motociclistas no mês de agosto.

Além do bordão "acelera", o prefeito marcou posição contra coletivos e membros da sociedade civil organizado ao defender -- e implementar, já em janeiro-- um aumento nos limites de velocidade nas marginais Pinheiros e Tietê.

Doria é tietado e aplaudido 

"Foi uma prova bem elaborada; quem estudou, passou. Mas caiu também pergunta que já havia no simulado online do Detran", afirmou o professor universitário Rogerio Azevedo, 42, um dos 168 alunos que fizeram a prova na mesma sala de Doria.

Azevedo disse ter tido a carteira suspensa com 30 pontos --o máximo é 20. "Mas foi minha ex-mulher", eximiu-se.

Também professora, mas na Fundação Casa, Queli Galvani, 47, fez outra versão da prova e também não viu perguntas sobre excesso de velocidade.

"A minha habilitação acumulou 66 pontos, porque tive algumas infrações graves. Onde trabalho, preciso entrar em parte do corredor de ônibus para ter acesso ao estacionamento. Foram duas ou três multas só nisso. Fui bem [na prova], mas teve coisa na prova que chutei e acertei, acho, como o número dos Bombeiros", disse.

Questionada se Doria teve o mesmo tratamento dispensado aos demais candidatos, Queli disse que, "tirando o assédio de funcionários que quiseram posar para fotos com ele", não.

"Mas foi aplaudido ao pegar o certificado. Porque, afinal, as pessoas reclamam dos políticos, mas têm essas hipocrisias", criticou Queli.

De acordo com o Detran-SP, foram aplicadas de janeiro a 31 de maio deste ano 520.223 multas em todo o Estado --quase um terço das 1.696.528 multas de 2016. Os números abrangem o Estado e apenas as multas aplicadas pelo Detran, não serviços municipais como a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

Também no Estado, conforme o Detran, de janeiro a maio 79.290 pessoas tiveram a CNH suspensa,  outras 4.859, a habilitação cassada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos