Aves silvestres são baleadas em área nobre do Rio, mas sobrevivem

Demétrio Vecchioli

Colaboração para o UOL

  • Paulo Maia/Divulgação

    Gavião carijó foi atingido por bala de grosso calibre quando voava no Rio de Janeiro

    Gavião carijó foi atingido por bala de grosso calibre quando voava no Rio de Janeiro

Três aves silvestres foram baleadas em apenas dois dias no Leblon, bairro nobre da zona Sul do Rio de Janeiro. Um gavião carijó e dois falcões peregrinos resistiram aos tiros, todos na altura do peito, mas têm chances remotas de se recuperarem. Os três estão sendo tratados no abrigo da ONG SOS Aves e Cia, em Saquarema, no litoral do estado do Rio.

A Polícia Federal, que investiga crimes de natureza ambiental, informa que foi determinada a instauração de Inquérito Policial para apurar os fatos.

Paulo Maia, diretor-presidente da ONG e responsável pelo resgate, revelou ao UOL surpresa por encontrar os animais feridos por balas. "A gente não sabe como esses animais foram feridos. A Polícia Federal é quem vai investigar, por ser um crime ambiental. O gavião foi encontrado no Alto Leblon no sábado e os falcões na parte alta da Rocinha no domingo".

Maia, que milita há 30 anos na causa animal, diz que nunca havia visto qualquer caso sequer parecido e se surpreendeu com o fato de os três animais terem sido encontrados com diferença de dois dias em uma área bastante próxima – o Alto Leblon é vizinho da Rocinha.

"Em trinta anos já vi de tudo, menos atingirem aves em metrópole. A gente ainda não sabe o que pode ter acontecido, mas chama atenção que os três tiros foram no peito das aves. Quem é que tenha feito isso vai responder por crime ambiental", afirma Maia.

As aves estão sendo tratadas por especialistas que auxiliam a ONG, mas dificilmente irão resistir aos ferimentos. "Os três estão em estado crítico. Existe uma possibilidade bastante remota de se salvarem, mas existe a possibilidade", garante.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos