Caseiro e filhos são presos acusados de matar ex-vereador do MS e sua mulher

Matheus Collaço

Colaboração para o UOL

  • Divulgação/Polícia Civil

    Caseiro e seus dois filhos foram presos no Campo Grande (MS) após latrocínio

    Caseiro e seus dois filhos foram presos no Campo Grande (MS) após latrocínio

Um crime chocou os moradores do Distrito de Aguão, em Campo Grande (MS), na tarde desta terça-feira (18). O ex-vereador Cristovão Silveira, 65, e sua mulher, Fátima de Jesus Diniz Silveira, 56, foram mortos com golpes de faca. A mulher ainda teve o corpo queimado, para dificultar sua identificação. Além disso, objetos de propriedade do casal também foram levados.

A Polícia Civil do Estado do Mato Grosso do Sul identificou e prendeu três homens acusados do latrocínio: um caseiro do ex-vereador e seus dois filhos. A operação autuou em flagrante Rivelino Mangelo, Rogério Nunes Mangelo e Alberto Mangelo.

De acordo com as investigações, o trio foi o responsável pelos assassinatos e pelos roubos na fazenda de Cristovão Silveira e sua mulher. Rivelino era caseiro na propriedade do ex-vereador e foi o mentor de toda a ação. Em entrevista, o delegado Fábio Peró confirmou que o crime aconteceu por volta das 15h de terça e deu detalhes sobre as ações.

O casal foi morto com golpes de faca, e a mulher ainda teve partes do corpo queimadas, na tentativa de dificultar as investigações. Existe ainda a suspeita de que a vítima tenha sido violentada sexualmente.

Os policiais chegaram primeiro a Rivelino, que estava hospitalizado após o crime e chamou vizinhos avisando que homens armados haviam invadido a propriedade. Ferido, ele apresentou uma versão sobre o episódio, na tentativa de explicar os motivos que o levaram a precisar de cuidados médicos. Porém, as informações pareceram "fantasiosas" e motivaram uma busca dos policiais nos pertences do acusado. Com ele, foi encontrado um celular, que continha áudios dele com os filhos, tramando as ações.

Na sequência, os investigadores foram em busca dos outros dois autores. O filho mais velho, Alberto, foi encontrado em uma propriedade rural, em posse de uma televisão roubada das vítimas. Já Rogério, 19, foi encontrado na cidade de Anastácio.

Por fim, os policiais conseguiram localizar o carro, também pertencente ao ex-vereador, e que havia sido utilizado pelos bandidos na fuga. Com a ajuda de agente da cidade de Corumbá, o veículo foi encontrado em posse de Diogo André dos Santos Almeida, 19. Ele estava acompanhado de mais uma pessoa. Porém, no momento da abordagem, que contou ainda com troca de tiros, o segundo suspeito conseguiu fugir.

Câmara decreta luto oficial

Em edição extra do Diário Oficial, o Presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, João Rocha, decretou luto oficial de três dias em decorrência do crime. Ele levou em consideração a vida pública levada por Silveira durante o período como vereador.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos