Mãe registra queixa por ofensas a filho com Down na web: "abalou muito"

Renan Prates

Colaboração para o UOL

  • Reprodução

    Rafaela Monteiro e seu filho Luiz fazem sucesso com fotos e vídeos no Instagram

    Rafaela Monteiro e seu filho Luiz fazem sucesso com fotos e vídeos no Instagram

Rafaela Monteiro faz sucesso no Instagram com fotos de seu filho. Seu perfil na rede social tem quase 65 mil curtidas e é repleto de fotos e vídeos muito fofos sobre Luiz, uma criança de um ano e 11 meses com síndrome de Down. Porém, o garoto se transformou em alvo de ofensas na web. A mãe, que mora em Rio Branco (AC), decidiu procurar a polícia para registrar queixa e denunciar o autor dos ataques.

Reprodução
Filho de Rafaela Monteiro foi alvo de ofensas feitas por um perfil falso no Instagram

"Esse menino é ridículo, o rosto dele com esse olho, parece que tá tendo um ataque epilético, esse andado [sic] dele que mim [sic] dar nojo parece um aleijado com essas pernas tortas, o jeito de mastigar parecendo um lerdo. Nunca ser [sic] alguém na vida não vai sair do lugar vai ser sempre esse monstro". A mensagem foi enviada através de um perfil chamado Luiz Ridículo.

Rafaela contou ao UOL que se sentiu abalada com a ofensa gratuita direcionada ao seu filho. "Me abalou muito psicologicamente. Me senti desestruturada por alguns minutos para lidar com a situação. Sei que foi uma coisa de momento, causada pelo nervoso e raiva ao mesmo tempo, até porque eu estava sozinha em casa - só minutos depois meu esposo (Maykel) chegou e me acalmou. Ele ficou indignado como eu, mas soube me acalmar e pensar com a razão".

O nome do perfil já fez Rafaela perceber que se tratava de um fake. O ataque foi realizado na última sexta-feira (21). Diante da repercussão rápida do caso, a pessoa que ofendeu a criança decidiu criar novo perfil no Instagram um dia depois - desta vez com o nome de perdao8693, para pedir desculpas pelo que fez.

"Oi aqui foi a pessoa quem [sic] criou o perfil fake para poder ter [sic] falado aquelas coisas, do fundo do meu coração estou muito arrependida não queria ter falado aqueles [sic] barbaridades, eu sei o que você está sentindo a mesma dor que eu sentir [sic] quando meu filho morreu após ele sair da minha barriga ele tinha as mesas [sic] coisas que seu filho, porém eu não pude ser a mãe que você é para o Luiz, eu te admiro muito, você é uma super mãe, depois que meu filho morreu eu entrei em uma depressão sem fim, ontem tive uma briga com meu esposo, ele mim [sic] culpava pela morte do nosso filho, na mesma hora minha cabeça começou a rodar e acabei vendo em seu filho o meu e acabei falando coisas que não deveria, seu filho é perfeito, você é uma super mãe, só hoje com a cabeça no lugar acabei vendo a besteira que acabei de cometer. Te peço do fundo do meu coração desculpas, por Deus peço perdão, sei que não sou o que falei, foi apenas mais uma crise".

Reprodução
Pedido de desculpas também foi dado via Instagram, mas não convenceu Rafaela Monteiro

O pedido de desculpas não mexeu com Rafaela: "Confesso que não acreditei em nenhuma palavra escrita, não senti nenhuma verdade. A crueldade na sexta-feira me fez crer que existem pessoas capazes de serem cruéis ao atacarem um criança, mesmo sendo por escrito. Em relação à discriminação e ao preconceito, pensei que já estivesse preparada para lidar com algo parecido. Mas isso foi, além de preconceito, ódio contra o meu filho. As palavras escritas para ofender a imagem do meu filho continham ódio. Este foi o único comentário até hoje que mexeu literalmente com o meu psicológico. Mexeu com o meu lado materno", ressaltou Rafaela.

Abalada com a ofensa, a mãe decidiu prestar queixa em uma delegacia da capital do Acre, onde mora. Ela disse que os policiais estão em busca do autor do perfil que ofendeu o seu filho.

Rafaela diz não fazer ideia de quem seja a pessoa que ofendeu o seu filho. Ela não descarta, inclusive, a hipótese de ser uma pessoa conhecida. Ela revela querer somente justiça.

"Espero que ela seja penalizada de alguma maneira pela crueldade que cometeu a uma criança indefesa, e que aprenda de alguma forma com o que aconteceu", disse Rafaela. "E que este episódio não sirva de exemplo só para o autor do ocorrido, mas também para as pessoas que pensam que podem passar impunes ao ofender/agredir por alguém escrito virtualmente. Que sirva de alerta para pessoas com os mesmos pensamentos!".

 

Bom dia!. ❤️

Uma publicação compartilhada por Meu Lado Materno (@meuladomaterno) em

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos