Médico suspeita de estupro após morte de criança na Bahia; polícia investiga caso

Wanderley Preite Sobrinho

Colaboração para o UOL

  • Divulgação

    Hospital do Oeste, localizado em Barreiras, recebeu criança com insuficiência respiratória

    Hospital do Oeste, localizado em Barreiras, recebeu criança com insuficiência respiratória

A Polícia Civil de Barreira, cidade localizada na região Oeste da Bahia, investiga se a morte por insuficiência respiratória de uma garota de oito anos, no último sábado (29), se deu em decorrência de um estupro. O caso ganhou uma reviravolta após um médico-legista suspeitar de sinais de violência sexual durante a necrópsia.

De acordo com as investigações, a criança foi internada às pressas na última quinta-feira (27) no Hospital Municipal de Barra, na cidade de Buritirama. Ela tinha sérias dificuldades para respirar, mas os médicos não conseguiram descobrir a causa. Com o agravamento do quadro, a menina acabou transferida para o Hospital do Oeste, em Barreiras.

A menor permaneceu internada por dois dias. No sábado, não resistiu a uma piora no quadro e acabou morrendo ainda sem que a causa da insuficiência respiratória tivesse sido descoberta. A suspeita do corpo médico surgiu apenas durante a necrópsia.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil confirmou ao UOL que o delegado Mirosvaldo Menezes investiga a acusação do médico-legista, que constatou uma profunda perfuração no intestino causada por violência sexual no ânus. Lesões graves também foram descobertas na vagina da criança.

A perfuração no intestino, que deve ter ocorrido dez dias antes da internação, causou uma séria infecção, responsável pela dificuldade que a menina sentia para respirar.

O delegado aguarda o resultado de um exame de DNA para descobrir se o suspeito pelo estupro pertence à família da vítima, enterrada na tarde deste domingo (30).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos