PF prende mais 4 suspeitos de tráfico internacional de 60 fuzis apreendidos no Rio

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    60 fuzis de guerra vindos de Miami (EUA) no aeroporto do Galeão, no Rio

    60 fuzis de guerra vindos de Miami (EUA) no aeroporto do Galeão, no Rio

A PF (Polícia Federal) prendeu mais quatro homens sob a suspeita de envolvimento na remessa de 60 fuzis apreendidos no início de julho deste ano no aeroporto internacional do Galeão, na zona norte do Rio de Janeiro.

Segundo a PF, entre sábado (29) e ontem (31), nove mandados de prisão preventiva no Rio de Janeiro, Rio das Ostras (RJ) e São José do Rio Preto (SP) foram cumpridos --do total, cinco já estavam presos.
 
Quatro suspeitos presos em flagrante estão no presídio de Bangu I. O outro, na Penitenciária Gabriel Ferreira Castilho. Os quatro capturados na operação do fim de semana devem ter os dois presídios como destino.

De acordo com a PF, ainda foram "expedidos dois mandados de prisão em desfavor de um casal já identificado e que reside nos Estados Unidos".

A maior apreensão em 10 anos

No dia 1º de julho deste ano, 60 fuzis de guerra foram apreendidos no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão. Segundo a Polícia Civil, eram fuzis AK 47, G3 e AR 10 vindos de Miami dentro de contêineres junto com carga de aquecedores para piscinas.

O secretário da Segurança Pública, Roberto Sá, afirmou à época, que se tratava da maior apreensão de fuzis em dez anos. A carga, avaliada em R$ 4,8 milhões, foi apreendida por agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas e da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos