Professora é morta enquanto dava aula de catequese no RS: "Crime brutal"

Fabiana Marchezi

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Facebook

A polícia de Estância Velha, no Rio Grande do Sul, investiga a morte de uma professora de 51 anos durante uma aula de catequese no salão paroquial da Capela Nossa Senhora Auxiliadora, na noite desta quinta-feira (31).

De acordo com a Brigada Militar, Elaine Maria Tretto ministrava sua aula de ensino religioso para adultos, quando, por volta das 20 horas, dois suspeitos invadiram o salão e a retiraram à força do local.

Segundo a polícia, eles a levaram até o banheiro, onde a espancaram e estrangularam até a morte. Os dois usavam capacete. Um terceiro suspeito, encapuzado, manteve os alunos reféns com uma arma. Os três fugiram e ainda não foram localizados. O salão paroquial ficou isolado para os trabalhos da perícia.

De acordo com o delegado Luiz Fernando Nunes da Silva, responsável pelo caso, as investigações só estão começando. "Foi um crime brutal. Ainda é prematuro afirmar qualquer coisa. Pelas prévias da investigação e os relatos dos alunos, que testemunharam o crime, tudo leva a crer que tenha sido vingança. Mas o motivo da vingança ainda é desconhecido", disse ao UOL.

Ainda segundo o delegado, novos depoimentos serão tomados nesta sexta-feira (1º). "Estamos na estaca zero em relação à identificação dos suspeitos, mas estamos empenhados, unindo forças para elucidar esse crime o mais rápido possível", concluiu o delegado. Elaine também era professora aposentada da rede municipal de ensino da cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos