Homem suspeito de estuprar vizinha de 15 anos grávida é preso no DF

Eduardo Carneiro

Colaboração para o UOL

  • João Wainer - arquivo/Folhapress

Um homem de 33 anos foi preso pela Polícia Civil do Distrito Federal na madrugada deste domingo em sua própria casa na QNQ5, em Ceilândia, suspeito de estuprar uma vizinha de 15 anos que está grávida. Ele alega inocência.

O caso está sendo investigado pelo 24º DP. De acordo com o delegado Paulo Martinelli, o suspeito convenceu a jovem a ir até a sua residência na noite de sábado (ambos moram no mesmo lote, em casas contíguas) para comer um churrasco e em seguida teria cometido o crime.

"O suspeito admitiu que manteve relação com ela, mas alega que foi consensual e que inclusive foi ela quem o buscou. Por outro lado, a vítima nega e diz que foi forçada ao ato sexual, sendo obrigada a tocá-lo e tendo a boca tapada",  relata Martinelli ao UOL.

Foram o padrasto e a mãe da vítima que fizeram a denúncia, depois de encontrarem a menor abalada e chorando ao chegarem em casa no início da madrugada. Segundo eles, a jovem tem um relacionamento sério e está grávida de quatro meses do namorado.

O suspeito saiu de casa depois do suposto estupro e retornou de madrugada. Ao notar que ele estava lá, o padrasto da menor acionou os policiais, que foram até o local e efetuaram a prisão em flagrante.

A jovem passou por exames no Instituto Médico Legal (IML), e o laudo inicial teve resultado inconclusivo para a violência sexual. As autoridades agora aguardam o laudo definitivo, que deve sair em cerca de 30 dias.

O suspeito segue preso e tem audiência de custódia nesta segunda-feira para definir se ele responde ao processo em liberdade ou não. Se for mantido detido, a polícia tem dez dias para concluir o inquérito. Caso o juiz decida pela soltura, serão 30 dias.

Martinelli conta que o inquérito ainda está em desenvolvimento e que mais pessoas podem ser ouvidas sobre o caso. Ele explica que o crime é de estupro qualificado, e não de vulnerável (aplicado quando a vítima tem menos de 14 anos), e prevê pena de oito a 12 anos de prisão ao condenado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos