Munições da chacina de 2015 coincidem com as de 2013, diz capitão da Corregedoria da PM

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

  • Leonardo Neiva/Folhapress

    Série de chacinas em 2015 deixou 23 mortos

    Série de chacinas em 2015 deixou 23 mortos

Munições que foram usadas para matar 23 pessoas entre 8 e 13 de julho de 2015, em Osasco, Barueri, Carapicuíba e Itapevi, são do mesmo lote comprado pela Polícia Militar de cartuchos utilizados por criminosos em uma chacina de 2013, também em Osasco.

As afirmações acima são do capitão Rodrigo Elias da Silva, da Corregedoria da PM. "Alguns dos lotes apreendidos coincidiam com as chacinas de 2013 e 2015", afirmou em juízo na tarde desta segunda-feira (18), no Fórum de Osasco, onde ocorre o primeiro dia do julgamento da chacina de 2015. A previsão é de que o julgamento dure entre sete e 12 dias.

A defesa de Thiago Barbosa Henklain, um dos três homens julgados hoje, contestou e contra-argumentou que há vários tipos de munição em diferentes cenas de crimes e que isso não provaria a relação entre as duas chacinas. "São quantas munições? Mais de 4 mil? Ok", disse o advogado Evandro Capano.

O policial militar Fabrício Eleutério, um dos réus na ação julgada a partir de hoje, também tem envolvimento investigado na chacina de 2013.

A sessão desta segunda-feira começou às 16h e terminou às 20h30.

Inicialmente, são ouvidas as testemunhas de acusação. Depois, serão as de defesa. Das 43 testemunhas arroladas para o julgamento, 15 foram dispensadas momentos antes de a sessão começar. As 28 restantes depõem à juíza Élia Kinosita Bulman e a sete jurados, sendo quatro homens e três mulheres.

O primeiro depoente foi o capitão da Corregedoria, seguido de um sobrevivente e dos delegados José Mario Goulart, do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), e Andreas Schiffmann, da seccional de Carapicuíba.

Os três réus, Sérgio Manhanhã, Thiago Henkalin e Fabrício Eleutério sentam-se lado a lado e agem de maneira diferente durante o júri. Manhanhã permanece estático e não esboça nenhuma reação. Thiago fica sério e, às vezes, balança a cabeça negativamente. Já Eleutério chorou e, constantemente, se comunica por sinais e mímica com sua defesa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos