Adolescentes evitam suicídio de homem na Inglaterra e são tratados como heróis pela polícia

Colaboração para o UOL

  • Google Street View

    Passarela de Waltham Cross em Cheshunt, Inglaterra

    Passarela de Waltham Cross em Cheshunt, Inglaterra

Dois adolescentes salvaram a vida de um homem que pretendia cometer suicídio ao saltar de uma ponte na Inglaterra, na última quinta-feira (21).

Segundo o site inglês Mirror, Haci Demir e George Sofioniou, ambos com 15 anos, estavam saindo da escola quando viram o rapaz de 21 anos na ponte. A princípio pensaram que ele estava brincando e começaram a filmar com o celular. Quando se deram conta de que a situação era séria, chamaram a polícia e correram para tentar confortar o homem, pedindo para que pensasse em sua família.

O homem que não foi identificado não se convenceu e tentou lutar contra os dois garotos, que o agarraram até que a ajuda chegasse. "Eu sabia que não poderia presenciar aquilo. Nós tentamos convencê-lo a parar. Eu disse: 'Não faça isso, sua família te ama, pense na sua mãe, seu pai, sua esposa'. Eu fiquei repetindo isso para acalmá-lo mas ele ignorou, estava pronto para pular", declarou Haci.

"Nós sabíamos que tínhamos que ajudar, mas estávamos com muito medo, não queríamos ver ele cair. Se ele tivesse pulado eu nunca tiraria isso da minha cabeça. Iria mudar nossas vidas para sempre", acrescentou George.

Quando o homem foi até a beirada para pular, George segurou-o pela blusa e Haci agarrou sua cintura. Um garoto de 12 anos não identificado também ajudou, segurando-o pelos tornozelos. "Ele estava chorando e tremendo muito. Estava lutando com a gente, mas não o soltamos". Quando perceberam que falar da família não estava adiantando, George disse que era muito jovem para ver alguém morrer. "A única coisa que ele disse para nós foi: 'Se minha mãe ligar, diga que eu a amo'."

Os garotos revelaram que muitos pedestres passavam pelo local e fingiam não ver o que acontecia. "Foi muito chocante ver pessoas passando e ignorando a situação. Achei repugnante".

Porém, alguns resolveram ajudar, e sete pessoas no total acabaram segurando o homem, até que a polícia chegou e algemou suas mãos nas barras da ponte para evitar que ele pulasse. Em seguida, uma equipe de bombeiros ajudou a tirá-lo da ponte.

Apesar do final feliz, o incidente mexeu com a cabeça dos garotos. A mãe de Haci, Dilek Sofiouniou, conta que ele está com problemas para dormir e pesadelos sobre o acontecido. "Não sai da minha cabeça. Eu só quero esquecer. Mas estou feliz que salvamos uma vida", conta o jovem.

A polícia fará uma homenagem aos dois adolescentes e às demais pessoas que ajudaram. "Não tenho dúvida que as atitudes dos quatro garotos e da mulher salvaram a vida desse homem. Eu vou indicá-los à maior condecoração possível por bravura. Algumas pessoas também pararam para ajudar e farei com que seus esforços sejam reconhecidos", declarou o Inspetor Chefe da Polícia, Ian Butler.

O homem foi levado ao hospital após o acontecido, mas já se recupera em casa. Sua avó fez questão de agradecer a todos que o ajudaram. "Nós estamos tão gratos aos garotos. Não era uma coisa fácil de fazer e eles foram muito corajosos. Agradeço também aos outros homens e mulheres que ajudaram", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos