Violência no Rio

Domingo violento no RJ tem tiroteio na Baixada e baleado durante banho na Rocinha

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Facebook/@OTTRJ

    Imagem que circula em redes sociais mostra feridos em bar que teriam sido baleados

    Imagem que circula em redes sociais mostra feridos em bar que teriam sido baleados

Tiros disparados de dentro de um veículo deixaram "vários feridos" no fim da tarde deste domingo (8) na cidade de Queimados, na Baixada Fluminense

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, um Fiat Uno prata passou pelo centro da cidade atirando e atingiu várias pessoas que estavam em frente a uma lanchonete, na Praça dos Eucaliptos.

A PM não informou o número de feridos, nem confirmou a informação de que uma pessoa teria morrido no tiroteio. Ela afirma que a ocorrência ainda está em andamento.

Uma foto que circula nas redes sociais mostra três pessoas caídas e marcas de sangue em frente à lanchonete.

Baleado enquanto tomava banho

Também neste domingo, um rapaz de 23 anos foi baleado enquanto tomava banho, em casa, na Rocinha, em São Conrado, zona sul do Rio.

Egberto Fernandes Queiroz foi atingido no ombro, por volta do meio-dia, e levado ao Hospital Miguel Couto, na Gávea, e teve alta ainda na tarde deste domingo. Ele saiu do hospital caminhando.

Mais cedo, outro tiroteio voltou a assustar moradores da Rocinha. Segundo informações da PM, agentes do Batalhão de Choque entraram em confronto com criminosos por volta das 11h20 da manhã, na Rua 1.

A Rocinha vive uma disputa entre grupos de traficantes. Um grupo ligado a Antônio Bonfim Lopes, o Nem (preso desde 2011), tentou tomar o controle do tráfico na Rocinha, que hoje pertence a Rogério 157, ex-aliado de Nem.

O episódio desencadeou crise de segurança na Rocinha que mobilizou mais mil homens entre militares das Forças Armadas e das polícias do Rio de Janeiro.

Enfermeira assassinada após plantão

Na noite de sábado, uma enfermeira morreu baleada na cabeça por assaltantes na rodovia Presidente Dutra quando voltava para casa após um plantão de 12 horas.

Ângela Cunha estava na garupa da moto do marido e havia acabado de sair do Hospital Getúlio Vargas, onde ela trabalhava. O casal morava em São João do Meriti, na Baixada Fluminense.

Segundo testemunhas, os assaltantes também estavam em uma moto e apontaram a arma na direção do rosto da enfermeira. O marido teria reduzido a velocidade para parar e, nesse momento, um dos criminosos atirou.

Delegado tem carro roubado

Também na noite de sábado, um delegado foi assaltado no Méier, zona norte do Rio. Marcos Amin foi rendido por bandidos armados, que roubaram seu carro, um Honda Civic. Segundo a Polícia Civil, o delegado não sofreu qualquer violência física e passa bem.

Os assaltantes fugiram. O automóvel de Amim foi recuperado por policiais horas depois do roubo. A ocorrência foi registrada na delegacia da área, e agentes buscam evidências para identificar e prender os autores do crime.

(Com Agência Estado)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos