Corpo de bebê desaparece em hospital privado no Rio

Do UOL, em São Paulo

O corpo de um bebê natimorto, cujo parto ocorreu no Hospital Pasteur, na zona norte do Rio, desapareceu nesta terça-feira (7).

O pai de Kevin (nome dado à criança), Wanderson Nunes, informou que chegou ao hospital na parte da manhã, junto a seu irmão, para buscar o corpo e levá-lo à funerária. Um representante da unidade de saúde, então, informou que Kevin havia desaparecido. Com isso, a família teve de cancelar o velório da criança.

"Disseram que havia duas possibilidades. 'O pessoal da limpeza jogou fora teu bebê ou a funerária levou o corpo erradamente'. Teve uma bebê que morreu no mesmo dia", disse Nunes à Record TV. "Sumiram com o meu filho".

A mãe do bebê, que estava em uma gestação de cinco meses, sentiu dores no fim de semana e foi internada no Pasteur. Lá, os médicos constataram que o menino estava morto e fizeram o parto. Depois do procedimento, o hospital não soube informar se o corpo havia sido jogado no lixo ou levado por outra funerária.

Nunes fez um boletim de ocorrência sobre o fato.

Em nota, o Pasteur "lamentou o episódio" e informou "que instaurou sindicância interna e que permanece em contato com a família". Não foi informado ainda qual o protocolo de atendimento da instituição em caso de natimortos

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos