Policial civil morre atropelada após atingir buraco e cair da moto em rua de GO

Wanderley Preite Sobrinho

Colaboração para o UOL

  • Divulgação/União Goiana dos Policiais Civis

    Jackeline Assunção da Silva morreu após ser atropelada por uma moto em Goiás

    Jackeline Assunção da Silva morreu após ser atropelada por uma moto em Goiás

Uma escrivã da Polícia Civil morreu atropelada na tarde de terça-feira (21) em Goiânia, no Setor Rodoviário. Jackeline Assunção da Silva, 27, foi atingida por outro motociclista depois de cair no chão. Ela perdeu o controle de sua moto quando atingiu um buraco na pista, causado por uma tampa desnivelada de esgoto.

O acidente aconteceu por volta das 17h45, quando Jackeline e o marido Rodrigo Alves Lopes, na garupa, se deslocavam em direção ao centro pela avenida Castelo Branco em uma Honda Biz. "Em frente ao supermercado Barão, a moto passou sobre uma tampa desnivelada de um poço de tubulação de esgoto", informou ao UOL a Delegacia de Investigações de Crimes de Trânsito.

Como esse trecho do asfalto estava coberto por água e dejetos, Jackeline não conseguiu observar o obstáculo na rua, "perdeu o controle da direção e caiu para a esquerda". Neste momento, um motociclista que seguia na mesma direção atropelou a vítima. Jackeline morreu no local, segundo o Boletim de Ocorrência.

Acionado, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) registrou o óbito. O marido, "em choque", foi levado para o Hospital Otávio late de Siqueira (Hugol). De acordo com a polícia, ele não sofreu lesões no acidente.

Divulgação/Delegacia de Investigações de Crimes de Trânsito
Jackeline foi atropelada por outro motociclista após atingir tampa desnivelada de esgoto

O homem que conduzia a moto que atropelou Jackeline permaneceu no local do acidente e foi submetido ao teste de bafômetro, que resultou negativo. "Ele não teve culpa nenhuma; estava na velocidade compatível. A moto dele nem caiu. Tentou frear, mas não conseguiu", informou o plantão policial.

Em nota, a União Goiana dos Policiais Civis lamentou o acidente. "Ela foi lotada recentemente, através de concurso interno (meritocracia), na Coordenação de Apoio a Saúde do Servidor". Jackeline estava há cerca de um mês em suas funções na polícia local.

"Estamos tristes e enlutados por perder mais uma irmã policial civil, que começava a trilhar os caminhos da vida policial."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos