Ônibus bate em caminhão de carga na Régis Bittencourt, deixa feridos e ao menos 1 morto

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/PRF

    Acidente na rodovia Régis Bittencourt aconteceu no início da manhã

    Acidente na rodovia Régis Bittencourt aconteceu no início da manhã

Um ônibus de viagem bateu na traseira de um caminhão de carga por volta das 5h50 desta sexta-feira (5), na altura do km 350 da rodovia Régis Bittencourt, na região de Miracatu (SP), na Serra do Cafezal, no sentido de Curitiba, deixando ao menos 29 pessoas feridas, segundo o Corpo de Bombeiros. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), um dos motoristas do ônibus (eram dois) morreu.

A PRF informou que o ônibus de turismo tinha 43 passageiros, a maioria idosos, e seguia da cidade de Pontal (SP) para Camboriu (SC). Às 10h40, as pistas foram liberadas em ambos os sentidos. O congestionamento sentido São Paulo era de 3 km. Sentido Curitiba, 5 km.

A pista sentido Paraná desde às 5h48 em decorrência do acidente, e a pista sentido São Paulo, desde às 7h30, devido a questões operacionais, entre elas facilitar o trânsito dos veículos de serviço da rodovia, polícia e resgate. A orientação para quem precisa passar pelo local e seguir por vias alternativas.

A Arteris, concessionária que administra a rodovia, informou que, por volta das 10h, havia cerca de 12 km de congestionamento, por conta do fechamento das pistas. A concessionária informou, também, que todas as ambulâncias do trecho foram acionadas para o local para atender as vítimas.

Por volta das 8h30, os bombeiros informaram que 25 pessoas foram socorridas com ferimentos leves. Outras três vítimas estavam em estado grave. Uma outra vítima deve parada cardiorrespiratória e também foi socorrida. A PM (Polícia Militar) informou que está apoiando no resgate das vítimas com ajuda do helicóptero Águia.

As três vítimas graves estavam presas às ferragens dos veículos. De acordo com o Corpo de Bombeiros, duas foram enviadas ao Pronto-Socorro de Juquitiba, e outra, ao Pronto-Socorro Geral de Itapecerica.

O caminhão levava carga de peixes. Segundo a PRF, parte da carga foi saqueada por pessoas que passaram pelo local. Ainda não se sabe os motivos do acidente, nem se algum dos motoristas estava em alta velocidade. O caso deve ser investigado pela Delegacia Central de Miracatu.

Procurada, a empresa de ônibus Viação Sertanezina não se manifestou sobre o assunto até a publicação desta reportagem.

Divulgação/PRF
05.jan.2017 - Ônibus que atingiu caminhão na rodovia Régis Bittencourt

Acidente ocorre 16 dias após entrega de duplicação

No dia 20 de dezembro, o governo do Estado entregou a obra de duplicação de 30 quilômetros da Serra do Cafezal. A obra levou 7 anos para ficar pronta e custou R$ 1,3 bilhão. A ideia, com a duplicação, era reduzir a insegurança e aumentar a agilidade no tráfego entre SP e PR. Segundo a PRF, o acidente não foi no trecho inaugurado mês passado.

A duplicação foi feita entre Miracatu, onde ocorreu o acidente, e Juquitiba, na região metropolitana de São Paulo. O trecho era considerado um dos mais perigosos pontos da ligação entre SP e PR, tendo recebido o apelido de "rodovia da morte", pela grande quantidade de acidentes.

Segundo a Arteris, concessionária que administra a rodovia, 127 mil veículos circulam diariamente na rodovia, e 60% desse tráfego é composto por caminhões. Na Serra do Cafezal, o tráfego é de aproximadamente 25 mil veículos por dia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos