Violência no Rio

Governo coloca PF à disposição para investigar morte de vereadora no Rio

Do UOL, em Brasília

  • Luis Kawaguti / UOL

    Em nota, Planalto diz que Jungmann está a par do crime

    Em nota, Planalto diz que Jungmann está a par do crime

Após a morte da vereadora do PSOL Marielle Franco, no centro do Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira (14), o governo federal disse, em nota, que colocou a Polícia Federal à disposição para investigar o crime. 

"O governo federal acompanhará toda a apuração do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista que a acompanhava na noite desta quarta-feira, no Rio de Janeiro. O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, falou com o interventor federal no estado, general Walter Braga Netto, e colocou a Polícia Federal à disposição para auxiliar em toda investigação",  diz a nota da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República.

A vereadora Marielle Franco foi assassinada a tiros, na noite desta quarta-feira (14), no bairro do Estácio, no Centro do Rio. O motorista, que guiava o carro, também foi baleado e morreu. De acordo com as primeiras informações, Marielle voltava de um evento na Lapa quando um carro emparelhou e efetuou disparos contra o veículo dela. Uma assessora que a acompanhava foi atingida por estilhaços, mas sobreviveu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos