PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

São Paulo registra a temperatura média mais fria do ano

Em São Paulo, a expectativa é de um novo recorde de temperatura mínima nesta segunda - Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Em São Paulo, a expectativa é de um novo recorde de temperatura mínima nesta segunda Imagem: Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Mirthyani Bezerra e Ana Carla Bermúdez

Do UOL, em São Paulo

21/05/2018 04h00Atualizada em 21/05/2018 11h17

A capital paulista registrou na madrugada desta segunda-feira (21) a temperatura média mais baixa deste ano. Segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas), a média de temperatura de toda a cidade foi de 8°C. A noite foi mais fria do que a anterior, quando também havia sido registrado recorde de frio: 9,4°C.

São Paulo viu a temperatura da cidade cair bruscamente no fim de semana. Antes disso, a temperatura mais baixa tinha sido registrada há quase um mês, no dia 21 de abril, quando os termômetros da capital chegaram a marcar 12,5°C de temperatura média.

Nesta madrugada, a temperatura mais baixa foi registrada na Capela do Socorro, no extremo da zona sul, com termômetros marcando 3,2°C. Na noite anterior, o bairro havia registrado 7°C.

Os bairros mais frios de São Paulo foram Perus (zona norte), com 5°C; Parelheiros (zona sul), com 5,2°C; São Mateus (zona leste), com 5,5°C; Aricanduva (zona leste), com 6,3°C; Pirituba e Jaraguá (zona norte), com 7,1°C; e Itaquera (zona leste), com 7,3°C.

Segundo o CGE, no centro de São Paulo a temperatura ficou em torno de 11°C. A temperatura máxima prevista para hoje é de 21°C.

A mudança no tempo acontece devido a uma massa de ar frio de origem polar. O ar frio e seco de origem polar vai continuar atuando sobre a região durante esta semana e o paulistano terá dias frios, com muito sol e poucas nuvens no céu. A baixa umidade do ar se manterá por causa do ar seco o que inibe a formação de nuvens de chuva.

Para esta terça-feira (22), a previsão é de que a temperatura fique em torno de 9°C. A máxima prevista é de 22°C.

Geada no interior de SP e Sul do país

A frente fria também derrubou a temperatura e causou a formação de geadas em algumas regiões do Estado de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira. Em Campos do Jordão, a temperatura chegou a -0,3ºC, segundo o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Os termômetros espalhados pela área urbana chegaram a registrar três graus negativos, temperatura ainda menor que a oficial.

A cidade, na Serra da Mantiqueira, a 1.100 metros acima do nível do mar, amanheceu coberta pela geada. Até então, a menor temperatura do ano tinha sido registrada na madrugada de 18 de abril, quando os termômetros marcaram 4,6ºC.

Em Itapeva, no sudoeste paulista, as primeiras geadas do ano, nesta madrugada, atingiram pomares de laranja e lavouras de milho safrinha, mas ainda não havia informação sobre os prejuízos. A geada atingiu também as plantações de banana em encostas de morros no Vale do Ribeira, maior região produtora do Estado.

No Sul do país, houve formação de geada nesta segunda e os termômetros registraram temperaturas negativas. Em Santa Catarina, as temperaturas ficaram em torno de 0°C, com formação de geada nas áreas altas durante a madrugada e amanhecer, segundo o Ciram/Epagri (Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina). Hoje e amanhã devem ser os dias mais frios registrados no estado.

A madrugada também foi de frio intenso para os paranaenses, com as primeiras temperaturas médias negativas do ano registradas no Paraná. A temperatura mais baixa registrada foi -2,1°C por volta das 4h na Lapa, município do sul do estado. Em General Carneiro, no extremo sul, a temperatura média ficou em torno de -1,1°C. As temperaturas ficaram baixas em Curitiba, com 3,5°C.

(Com informações do Estadão Conteúdo)

Cotidiano