PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Moradores da Grande SP ainda sofrem com falta de energia após temporal

Do UOL, em São Paulo

25/11/2018 05h59

Das mais de 30 árvores que caíram com o temporal de sexta-feira (23) na Grande São Paulo, uma continua causando transtornos. Um eucalipto de cerca de 15 metros caiu sobre uma linha de transmissão da Eletropaulo, afetando, segundo a concessionária de energia, três subestações.

Em comunicado postado às 21h45 deste sábado (24) em sua página no Facebook, a empresa informou que o fornecimento havia sido restabelecido para mais de 70% dos clientes afetados na região, e que as equipes continuavam trabalhando para a normalização de todo o sistema.

Eucalipto de cerca de 15 metros que caiu sobre uma linha de transmissão e afetou o funcionamento de três de nossas subestações da Eletropaulo, na zona sul da capital paulista - Divulgação/Eletropaulo - Divulgação/Eletropaulo
Eucalipto que caiu sobre linha de transmissão e afetou fornecimento de energia em SP
Imagem: Divulgação/Eletropaulo
Mas, durante toda a noite de sábado e madrugada deste domingo (25), foram vários os moradores da região sul da capital paulista e de municípios vizinhos, como Taboão da Serra, reclamando de até 20 horas sem luz.

Alguns relataram que o fornecimento de energia estava intermitente.

Por telefone, a assessoria de imprensa da Eletropaulo informou às 5h15 deste domingo que a operação de retirada da árvore de cima da rede seria retomada pela manhã.

Tempo instável

O domingo amanheceu chuvoso, porém com pouca intensidade, em parte da zonas sul, leste e norte de São Paulo, segundo o Centro de Gerencimento de Emergências (CGE) da prefeitura. Na região metropolitana e ABC, o tempo também ficará instável. Os termômetros não devem ultrapassar os 23 ºC. 

Na sexta, duas pessoas morreram em decorrência das fortes chuvas na cidade de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, onde, segundo os Bombeiros, foram registrados 117 chamados de atendimento devido a enchentes. Os ventos chegaram a até 70 km/h de velocidade.

Na madrugada de sábado, a cidade de São Paulo voltou a entrar em estado de atenção por volta das 3h, porém, sem nenhuma ocorrência de alagamento.

Cotidiano