PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

SP tem novembro com menos homicídios em 18 anos; furtos crescem na capital

05.jul.2017 - Movimentação na Corregedoria da PM, durante operação contra policiais acusados de corrupção - Bruno Rocha/Estadão Conteúdo
05.jul.2017 - Movimentação na Corregedoria da PM, durante operação contra policiais acusados de corrupção Imagem: Bruno Rocha/Estadão Conteúdo

Beatriz Montesanti

Do UOL, em São Paulo

21/12/2018 18h45

O Estado de São Paulo registrou, em 2018, o menor número de homicídios para um mês de novembro desde 2001, quando se iniciou a série histórica. Foram 257 vítimas, o que representa uma média de 8,6 vidas por dia, mas também um recuo de 13% em relação ao mesmo mês em 2017, segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.

No geral, todos os indicadores de violência diminuíram no Estado em comparação ao ano anterior, com exceção dos furtos na capital e dos latrocínios no interior. Segundo números divulgados nesta sexta-feira (21), foram 16.764 casos de furtos registrados na capital paulista no último mês -- 6,4% a mais do que há um ano. No interior, os latrocínios passaram de dez para 13 ocorrências. O número de vítimas nesse caso subiu de 11 para 14. 

Na última apresentação de indicadores de segurança pública no Estado -- em janeiro, começa o governo de João Doria (PSDB) --, o secretário Mágino Alves Barbosa Filho, à frente da pasta desde 2016, falou em "dever cumprido" e desejou sorte ao próximo titular, o general João Camilo Pires de Campos, 64, da reserva do exército.

"Boa parte daqueles que compuseram minha equipe farão parte da do general Campos. É um reconhecimento do trabalho que realizamos", disse.

Apesar da tendência de queda em indicadores oficiais de violência no Estado, o próximo governo, a se confirmarem as promessas feitas por Doria em campanha, deve endurecer as práticas no setor. "O policial vai atirar para matar", chegou a dizer o ex-prefeito eleito governador.

Dados da segurança pública paulista em novembro

Segundo Barbosa, o Estado de São Paulo registrou melhora em diversos indicadores de segurança pública em novembro. O índice de furtos no Estado, puxado pela alta na capital, foi o que recuou menos: apenas 1,1%. 

  • 240 homicídios dolosos - menor indicador da série histórica (desde 2001)
  • 24 latrocínios (roubo com morte)
  • 922 estupros registrados 
  • 21.021 roubos 
  • 5.127 roubos de veículos
  • 1 roubo a banco
  • 695 roubos de carga
  • 41.550 furtos no geral
  • 8.338 furtos de veículos

Na capital:

  • 70 homicídios
  • 7 latrocínios
  • 204 estupros registrados
  • 11.626 roubos
  • 2.404 roubos de veículos
  • 353 roubos de carga
  • 16.764 furtos no geral
  • 3.485 furtos de veículos

Cotidiano