Mais informação com menos tempo de leitura
Topo

Tiroteio fecha avenida Brasil e deixa 5 baleados no Rio

Do UOL, no Rio

06/02/2019 15h58

Uma intensa troca de tiros entre policiais e ladrões de carga provocou o fechamento da avenida Brasil, na zona norte do Rio de Janeiro, e deixou cinco pessoas baleadas --entre elas, três policiais militares. Motoristas e vendedores ambulantes se protegeram dos tiros deitados no chão ou encostados em uma mureta da via, que liga o centro e as zonas norte e oeste.

Segundo a Polícia Militar, no início da tarde desta quarta-feira (6), um grupo de policiais realizava um cerco na região de Manguinhos para tentar prender suspeitos que escoltavam um caminhão com carga roubada na avenida Brasil, uma das principais vias de acesso à cidade.

6.fev.2019 - Motoristas e ambulantes se deitam no chão para se refugiar de tiros  - ONG Onde Tem Tiroteio / Divulgação
6.fev.2019 - Motoristas e ambulantes se deitam no chão para se refugiar de tiros
Imagem: ONG Onde Tem Tiroteio / Divulgação
O tiroteio começou quando criminosos atiraram contra policiais do 22º Batalhão da PM que se deslocavam para a área em carros de polícia. Policiais do Batalhão de Choque (unidade de elite da PM) que estavam na região correram para o local e entraram no tiroteio.

Segundo testemunhas, suspeitos e policiais trocaram tiros usando fuzis. Motoristas foram parando seus carros e deitando no chão para se proteger dos disparos. Alguns tentaram voltar pela contramão.

Segundo a Polícia Militar, três policiais foram baleados. Um médico e um caminhoneiro que estavam na região também foram atingidos. Os policiais foram levados para o Hospital Central da PM e as vítimas civis para hospitais da região. Até as 15h50, os estados de saúde das vítimas não haviam sido divulgados.

6.fev.2019 - Carro é atingido durante tiroteio na avenida Brasil - JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
6.fev.2019 - Carro é atingido durante tiroteio na avenida Brasil
Imagem: JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Os ladrões de carga conseguiram fugir e a polícia apreendeu apenas um carro que eles usavam.

O roubo de cargas foi uma das modalidades de crime mais combatidas pelas forças de segurança no ano passado, quando o Rio esteve sob intervenção federal. O número de casos caiu 13% em relação a 2017, de 10.599 ocorrências para 9.182. O governo do estado ainda não divulgou dados sobre esse tipo de crime referentes ao período pós-intervenção .

Mais Cotidiano