Topo

Rota mata três pessoas durante suposto tiroteio em SP

Luís Adorno e Beatriz Montesanti

Do UOL, em São Paulo

18/08/2019 22h34

Três pessoas foram mortas por policiais da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), após suposta troca de tiros entre suspeitos e policiais na noite de hoje, em Santo André, no ABC paulista.

Segundo a Polícia Militar, uma quadrilha invadiu uma residência por volta das 19h40 e fez um homem como refém. Quando os policiais chegaram ao local, teria havido troca de tiros. Três integrantes da quadrilha foram baleados e morreram no local. Foi apreendido um revólver calibre.38, uma pistola 380 e uma espingarda calibre 12.

A PM diz estar em busca de outros dois ou três suspeitos envolvidos no crime, que teriam fugido do local. A ocorrência foi registrada no 3º Distrito Policial, no Campos Elíseos, centro de São Paulo.

Dados obtidos pelo UOL via Lei de Acesso à Informação, em maio, mostram que entre janeiro de 2000 e março de 2019, policiais da Rota mataram 1.222 suspeitos, sendo 1.183 em serviço e 39 durante a folga. Somente em março deste ano, PMs do batalhão mataram oito suspeitos em uma ação em Guararema (SP). Na mesma ação, outros três foram mortos por outras equipes policiais.

O último policial da Rota morto em serviço foi atingido em um destes confrontos, em maio de 2000. Desde lá até maio deste ano, foram 26 policiais do batalhão assassinados, sempre durante a folga.

Cotidiano