Topo

Incêndio atinge prédio residencial em Ipanema

Incêndio atinge prédio residencial em Ipanema - 14.set.2019 - Lola Ferreira/UOL
Incêndio atinge prédio residencial em Ipanema
Imagem: 14.set.2019 - Lola Ferreira/UOL

Lola Ferreira e Luís Adorno

Colaboração para o UOL, no Rio, e do UOL, em São Paulo

14/09/2019 12h44Atualizada em 14/09/2019 15h08

Um incêndio atingiu, no fim da manhã de hoje, um prédio residencial em Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro. Ainda não há informações sobre as causas do incêndio, que já foi controlado. Ninguém ficou ferido.

De acordo com o porteiro João Pedro dos Santos Filho, 62, o incêndio começou em um apartamento no terceiro andar. De acordo com ele, havia uma adolescente de 15 anos e a empregada doméstica da família no apartamento. Ambas desceram assim que ouviram o barulho. João Pedro, então, interfonou para os moradores dos outros apartamentos que também saíram do prédio.

O Corpo de Bombeiros recebeu o chamado, por telefone, às 11h34. Segundo a corporação, cinco viaturas do quartel de Copacabana foram deslocadas para a ocorrência, com apoio do quartel da Gávea.

Incêndio atingiu apartamento no 3º andar - 14.set.2019 - Reprodução/CBN
Incêndio atingiu apartamento no 3º andar
Imagem: 14.set.2019 - Reprodução/CBN

O prédio residencial, de seis andares, fica entre as ruas Prudente de Morais e Henrique Dumont. O trânsito no local foi parcialmente interditado.

Morador do apartamento do primeiro andar, Alberto Cerqueira Lima, 75, conta que soube do incêndio quando viu pela janela a chegada dos bombeiros.

Ele conta que imediatamente desceu pelas escadas, junto com a esposa, e aguardou na garagem até conseguir sair do prédio, já que o forte calor fez com que a vidraçaria da fachada explodisse e caísse na portaria, com risco de ferir quem estivesse perto.

Com o aumento da fumaça, os bombeiros auxiliaram a saída dos moradores para evitar intoxicação.

Um dos bombeiros informou que o único apartamento em que o fogo se alastrou foi o que fica no terceiro andar, foco do incêndio.

Apesar da fachada dos apartamentos do quarto e do quinto andar estarem danificadas, ele afirmou que o fogo não tomou o interior dos apartamentos. No quinto andar, que é um apartamento duplex, houve somente a perda da porta, arrombada para entrada dos bombeiros para garantir o trabalho.

Mais Cotidiano