Topo

Muzema: Polícia prende suspeito de construir prédios que desabaram no Rio

Divulgação - 18.set.2019/PM-PE
Imagem: Divulgação - 18.set.2019/PM-PE

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio

19/09/2019 09h35

A Polícia Militar de Pernambuco prendeu, na tarde de ontem, José Bezerra de Lira, conhecido como Zé do Rolo. Ele é suspeito de ser o principal responsável pela construção dos prédios que desabaram em Muzema, na zona oeste do Rio, no mês de abril, e que causaram a morte de 24 pessoas.

Zé do Rolo foi encontrado em um sítio no município de Afogados da Ingazeira, que fica cerca de 380 km de Recife. O suspeito é natural de Brejinho, no Alto Pajeú, mas segundo a PM de Pernambuco ele se mudou para a capital fluminense para trabalhar como pedreiro e após a tragédia fugiu para o Nordeste.

Ainda de acordo com a corporação, ele e outros dois homens tentaram fugir pela caatinga após a chegada da polícia, mas o trio foi alcançado. Zé do Rolo não resistiu à prisão e explicou que fugiu do Rio com medo represálias da milícia a qual era ligado. Os três foram detidos. Duas espingardas e munições foram apreendidas. Ainda não há informações sobre a data de transferência do suspeito para o Rio.

Contra o suspeito havia um mandado de prisão preventiva expedido pelo Tribunal de Justiça do Rio devido a morte de 24 pessoas em Muzema. Ele e outras duas pessoas são apontados como responsáveis pela construção e venda dos imóveis que desabaram. Rafael Gomes da Costa e Renato Siqueira Ribeiro foram presos no Rio de Janeiro em maio e julho, respectivamente.

O trio é acusado de homicídio doloso eventual, que ocorre quando se assume o risco de matar, e são investigados também por organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Errata: o texto foi atualizado
O trio foi acusado de homicídio doloso eventual, e não homicídio doloso qualificado como estava escrito no último parágrafo da versão anterior do texto. O erro foi corrigido.

Mais Cotidiano