Topo

Ladrões invadem TV Cultura, fazem 25 reféns e agridem funcionários em SP

Caixa eletrônico foi roubado por criminosos de dentro da sede da TV Cultura, em São Paulo - 06.out.2019 - Divulgação/Polícia Civil
Caixa eletrônico foi roubado por criminosos de dentro da sede da TV Cultura, em São Paulo Imagem: 06.out.2019 - Divulgação/Polícia Civil

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

06/10/2019 18h11Atualizada em 07/10/2019 06h02

Resumo da notícia

  • Assalto durou três horas; funcionários ficaram reféns durante o período
  • PM informou que houve registro de funcionários agredidos com coronhadas
  • Ladrões explodiram dois caixas, levaram um terceiro e conseguiram fugir

Cerca de 12 criminosos invadiram a sede da TV Cultura, na Água Branca, zona oeste de São Paulo, na manhã de hoje, explodiram com maçaricos dois caixas eletrônicos, levaram consigo um terceiro caixa e fizeram 25 funcionários como reféns. Até o fim da tarde, os criminosos ainda não haviam sido identificados.

Segundo a PM (Polícia Militar), o assalto durou cerca de três horas. Durante todo esse tempo, os funcionários permaneceram reféns. A polícia informou que houve registro de agressões aos trabalhadores, com coronhadas. Os funcionários agredidos foram socorridos, mas a PM não soube informar onde. Os pertences dos funcionários também foram levados.

Os criminosos chegaram à sede da emissora por volta das 7h. Eles usaram dois veículos, sendo um deles um furgão clonado dos Correios. O outro era um Fiat Palio que fazia a escolta do primeiro. Eles usaram os dois carros para fugir.

Os criminosos conseguiram entrar na emissora ao utilizar uniformes da TV Cultura e de uma empresa prestadora de serviço. Testemunhas disseram à polícia que os seguranças foram rendidos na entrada e, já dentro do local, tiveram livre acesso porque estavam identificados como funcionários.

Ao chegarem ao local onde ficavam os caixas, os criminosos passaram a arrombar, com uso de maçarico, dois do Banco do Brasil instalado na emissora e, na fuga, levaram um terceiro equipamento do mesmo banco. O valor roubado pelos criminosos não foi estimado até o fim da tarde de hoje.

Assim que os criminosos entraram nos carros e iniciaram a fuga, a PM foi acionada. Por meio do rastreamento do celular de uma das vítimas, a polícia percebeu que os criminosos seguiram pela avenida Inajar de Souza, na zona norte. Momentos depois, no entanto, o rastreamento parou de funcionar e a polícia os perdeu de vista.

Funcionários disseram também à polícia que os criminosos levaram as imagens armazenadas no sistema de segurança da emissora, para dificultar a identificação.

Por meio de nota, a TV Cultura confirmou o assalto. "Doze bandidos fortemente armados, vestidos com camisetas da emissora e da empreiteira responsável pelas obras do museu sediado na Fundação Padre Anchieta, chegaram em um carro particular e uma van dos Correios, e renderam seguranças", informou a emissora.

"Os criminosos arrombaram dois caixas eletrônicos do posto do Banco do Brasil, e levaram outro na fuga. O caso foi registrado no 91º DP (Distrito Policial), no Ceagesp. A Polícia está fazendo perícias no local", complementou.

Segurança pública