Topo

Deputado Sérgio Souza é alvo de operação contra fraudes a fundos de pensão

O deputado federal Sérgio Souza (PMDB-PR), relator da CPI dos Fundos de Pensão - Agência Senado
O deputado federal Sérgio Souza (PMDB-PR), relator da CPI dos Fundos de Pensão Imagem: Agência Senado

Do UOL*

21/10/2019 07h45

O deputado federal Sergio Souza (MDB-PR) é alvo de buscas da Polícia Federal na manhã de hoje. A investigação apura se o parlamentar recebeu propina para não incluir o presidente do Postalis e do Petros em CPI da Câmara dos Deputados que apurava desvio de recursos de fundos de pensões. A operação foi autorizada por Celso de Melo, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

A Operação Grand Bazaar conta com cerca de 100 agentes que cumprem 18 mandados de busca e apreensão em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Ela é um desdobramento da delação premiada do operador financeiro Lúcio Funaro, investigado nas operações Cui Bono e Patmos, ambas deflagradas em 2017.

Em comunicado, a Polícia Federal informou que a investigação foi instaurada em 2018". As fraudes também foram investigadas por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que funcionou na Câmara dos Deputados, nos anos de 2015 e 2016.

"O ciclo de lavagem de dinheiro envolvia a remessa de recursos desviados dos fundos de pensão para empresas de fachada nos Estados Unidos. Com a confirmação do recebimento de valores em contas indicadas no exterior, operadores disponibilizavam recursos em espécie no Brasil, a fim de que fossem entregues em endereços vinculados a supostos intermediários do parlamentar federal, tanto em residências em Brasília, como em hotéis em São Paulo", diz o comunicado da PF.

Os mandados judiciais têm como alvo nos endereços dos investigados, que não tiveram a identidade revelada pela Polícia Federal.

A defesa do deputado ainda não se pronunciou sobre o caso.

* Com informações do 'Estadão Conteúdo".

Cotidiano