PUBLICIDADE
Topo

Adutora de água estoura e interdita 12 casas em Osasco (SP)

Imóveis interditados estão com estrutura comprometida e alguns precisarão ser demolidos - Reprodução/TV Globo
Imóveis interditados estão com estrutura comprometida e alguns precisarão ser demolidos Imagem: Reprodução/TV Globo

Afonso Ferreira

Do UOL, em São Paulo

27/02/2020 12h02Atualizada em 27/02/2020 13h26

A Defesa Civil de Osasco, na Grande São Paulo, interditou 12 casas no Jardim Elvira após uma adutora de água se romper e alagar os imóveis. A estrutura dessas casas ficou comprometida e algumas terão de ser demolidas, de acordo com o órgão.

Ao todo, 18 imóveis foram afetados pelo rompimento da adutora. Segundo a Defesa Civil, a Sabesp, responsável pelo fornecimento de água na cidade, contratou peritos para fazer avaliação dos imóveis. Após a conclusão do laudo pericial, a Defesa Civil deverá voltar ao local para indicar as casas que poderão ser liberadas.

"Os laudos periciais é que indicarão os imóveis que deverão ser demolidos, os que passarão por obras de reformas e os que serão liberados. A previsão é de que os laudos sejam concluídos nesta semana", afirmou a Defesa Civil.

Procurada pelo UOL, a Sabesp informou que houve um vazamento na rede de distribuição de água no último domingo (23). A empresa disse ter feito o reparo no mesmo dia e normalizado o abastecimento após a finalização dos serviços.

A Sabesp afirmou ainda que providenciou o atendimento às famílias afetadas, com hospedagem em hotéis nas proximidades, e realiza o levantamento dos danos causados aos imóveis e aos bens para providenciar reparos e ressarcimentos.

Cotidiano