PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Polícia impede pessoas de irem à praia e parques pelo Brasil

A prefeitura de Santos emitiu decreto em que proíbe circulação pelo calçadão - GUILHERME DIONíZIO/ESTADÃO CONTEÚDO
A prefeitura de Santos emitiu decreto em que proíbe circulação pelo calçadão Imagem: GUILHERME DIONíZIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Flávio Costa*

Do UOL, em São Paulo

04/04/2020 13h26Atualizada em 04/04/2020 23h46

Agentes de segurança pública rondaram na manhã de hoje praias e parques públicos para impedir a movimentação de pessoas em cidades do país, em uma ação de combate à propagação do novo coronavírus.

No último balanço divulgado, o Ministério da Saúde anunciou que subiu para 432 o número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil —aumento de 73 mortes confirmadas nas últimas 24 horas.

No total, são 10.278 casos oficiais confirmados no país até agora, segundo o governo —1.222 casos novos de ontem para hoje, com uma mortalidade de 4,2%.

Praia interrompida no Recife e no Rio

Agentes da Polícia e da Guarda Municipal de Recife orientaram banhistas a voltarem para suas casas na Praia de Boa Viagem, na zona sul de Recife (PE). Ontem, o decreto assinado pelo governador Paulo Câmara (PSB) determinou que todas as praias e parques de Pernambuco fiquem fechados até a próxima segunda-feira (6).

Guardas orientam banhistas a voltarem para suas casas na Praia de Boa Viagem, na zona sul de Recife - EZEQUIEL VANNONI/AGÊNCIA PIXEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Guardas orientam banhistas a voltarem para suas casas na Praia de Boa Viagem, na zona sul de Recife
Imagem: EZEQUIEL VANNONI/AGÊNCIA PIXEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O decreto também mantém a suspensão do comércio, serviços públicos e demais atividades consideradas não essenciais até 17 de abril. A intenção e tentar controlar o avanço do novo coronavírus no estado.

Já no Rio, na praia de Copacabana, policiais divulgavam uma gravação que avisava sobre a proibição de permanência na praia. Os agentes abordaram e tiraram dezenas de banhistas da areia.

Parque fechado em Londrina

Após primeira morte por covid-19 em Londrina, interior do Paraná, a prefeitura prolongou quarentena por mais uma semana e fechou praças e parques da cidade.

Prefeitura de Londrina fechou praças e parques públicos - ISAAC FONTANA/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Prefeitura de Londrina fechou praças e parques públicos
Imagem: ISAAC FONTANA/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

A Guarda municipal interditou academias ao ar livre, parquinhos e orientou desavisados a irem para suas casas.

Já em Santos, litoral sul de São Paulo, agentes da Guarda Municipal foram a pontos estratégicos do calçadão para abordar e orientar as pessoas sobre a importância do isolamento social.

A prefeitura de Santos emitiu decreto que proíbe a circulação de pessoas no calçadão da orla da praia entre a Ponta da Praia e o Emissário Submarino com o objetivo de incentivá-las a ficar em casa durante a pandemia do novo Coronavírus.

A ciclovia ficará restrita para quem estiver indo trabalhar nos serviços essenciais.

*Com Estadão Conteúdo

Coronavírus