PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Covid-19: SP é 2º pior estado na transparência em contratações emergenciais

Prefeito Bruno Covas (esq) ao lado do governador João Doria - PAULO GUERETA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Prefeito Bruno Covas (esq) ao lado do governador João Doria Imagem: PAULO GUERETA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

21/05/2020 10h52

Estado com o maior número de casos e mortes em decorrência do novo coronavírus, São Paulo ocupa a penúltima posição no ranking de transparência dos governos estaduais em contratações emergenciais durante a pandemia. O Espírito Santo foi o estado mais bem avaliado.

O levantamento foi feito pela ONG Transparência Internacional no Brasil, que analisou os dados disponibilizados por todos os 26 estados e o Distrito Federal e por todas as 27 capitais em sites, redes sociais e portais de transparência sobre os serviços e profissionais contratados entre os dias 12 e 19 de maio.

São Paulo, 26º colocado, recebeu 27,8 pontos. O estado só ficou à frente apenas de Roraima, última na lista com 22,1 pontos.

Os dez estados mais bem avaliados pela ONG foram Espírito Santo (em 1º e único classificado como ótimo), Distrito Federal, Goiás, Paraná, Ceará (estado com o 2º maior número de casos no país), Maranhão, Rondônia, Santa Catarina, Paraíba e Amazonas.

Os avaliados receberam pontuações de 0 a 100. De 80 a 100 pontos foram classificados como ótimos; de 60 a 79, bons; de 40 a 59, regulares; de 20 a 39, ruins; e de 0 a 19, péssimo. Nenhum foi classificado nesta última categoria.

Entre os demais estados do sudeste, a região com mais casos confirmados da covid-19 no país, Minas Gerais ficou em 11º, com 62 pontos, enquanto o Rio de Janeiro somou 44,3 pontos, ficando na 23ª posição.

Até a manhã de hoje, de acordo com dados do Ministério da Saúde, o sudeste tinha 113.609 casos confirmados da doença (do total de 291.579 em todo o país), sendo 9.118 mortes. São Paulo, líder no número de casos, contabilizava 69.859 diagnósticos positivos e 5.363 mortes.

O Rio de Janeiro vem em segundo na região em número de casos positivos: 30.372, com 3.237 mortes. O Espírito Santo vem em terceiro, com 8.092 casos ao todo e 341 mortes, e Minas Gerais em quarto, com 5.286 casos (177 mortes).

No ranking de capitais, apenas João Pessoa (PB) e Goiânia (GO) superaram 80 pontos, ficando em 1º e 2º lugar, respectivamente.

A lista das 10 capitais mais bem avaliadas ainda inclui Rio Branco (AC), Fortaleza (CE), Vitória (ES), Recife (PE), Salvador (BA), Aracaju (SE), São Paulo (SP) e Palmas (TO).

Coronavírus