PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês
Amigos e admiradores lamentam morte de Dimenstein: 'Olhar humanista'

Do UOL, em São Paulo

29/05/2020 11h53Atualizada em 29/05/2020 14h47

Amigos e admiradores de Gilberto Dimenstein lamentaram hoje a morte do escritor e jornalista de 63 anos. Mensagens no Twitter, como a do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), destacaram a importância de Dimenstein para o jornalismo brasileiro.

"Lamento profundamente a morte de Gilberto Dimenstein, um dos principais expoentes do jornalismo brasileiro. Inquieto e dinâmico, deu voz a atores antes excluídos do debate nacional. O jornalismo e a sociedade perdem um olhar humanista e solidário. Meus sentimentos aos familiares", escreveu Doria.

Dimenstein travava uma batalha contra um grave câncer, que começou no pâncreas e teve metástase para o fígado, conforme contou ao UOL, em março. Atualmente, ele era responsável pelo site Catraca Livre.

Veja outras manifestações de admiradores e amigos:

Prefeitura de São Paulo

"A Prefeitura de São Paulo lamenta profundamente o falecimento do jornalista Gilberto Dimenstein e se solidariza com a família e amigos. Nos diferentes veículos de comunicação onde passou, em especial na Folha de S.Paulo onde trabalhou por 28 anos, ele defendeu a liberdade de imprensa, as minorias, os mais vulneráveis e, especialmente, a Cidade de São Paulo ao criar o Catraca Livre, com seu jornalismo dedicado".

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados

Fernando Haddad (PT-SP), candidato à presidência em 2018

Ciro Gomes (PDT-CE), candidato à presidência em 2018

Marina Silva (Rede-AC), candidata à presidência em 2018

Gilmar Mendes, ministro do STF

Marcelo Freixo (PSOL-RJ), deputado federal

Kim Kataguiri (DEM-SP), deputado federal

Míriam Leitão, jornalista da TV Globo

Walcyr Carrasco, autor e escritor

Serginho Groismann, apresentador da TV Globo

Cotidiano