PUBLICIDADE
Topo

Rio: PF investiga propina de esquema dos transportes em conta na Holanda

O esquema de propina no setor de transportes do Rio de Janeiro ficou de pé entre 2010 e 2016 - Divulgação
O esquema de propina no setor de transportes do Rio de Janeiro ficou de pé entre 2010 e 2016 Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

30/07/2020 09h01

A Polícia Federal cumpriu hoje no Rio de Janeiro mandados de busca e apreensão para investigar se há dinheiro de propina dos transportes alocado em conta na Holanda.

A ação é um desdobramento da Operação Ponto Final — um braço da Lava Jato —, que desvendou um esquema de corrupção no setor de transportes e prendeu Jacob Barata Filho, conhecido como Rei do Ônibus.

Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão no estado, sendo um deles na capital e dois na cidade de Paraíba do Sul, no interior. Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 7º Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

O objetivo é investigar se um dos investigados da Operação Ponto Final mantém, até hoje, dinheiro de propina em conta de uma instituição financeira na holanda.

Cotidiano