PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

SP: Governo discute hoje se bares e restaurantes poderão funcionar a noite

Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) - ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) Imagem: ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

04/08/2020 11h39

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que uma reunião hoje do Centro de Contingência paulista deve definir se bares e restaurantes poderão funcionar até 22 horas em regiões na fase amarela do plano de retomada gradual da economia. Um anúncio pode ser feito amanhã, em entrevista coletiva.

"Eles têm hoje uma reunião do centro de contingência, da qual não participo. Um dos temas é esse em relação aos protocolos para bares, restaurantes e padaria em São Paulo. Não há decisão tomada", disse em entrevista à "Rádio Bandeirantes".

Atualmente, o setor está liberado a funcionar por seis horas seguidas nas regiões na fase amarela, mas com limite de atendimento aos clientes até 17 horas. Representantes dos estabelecimentos alegaram que não vale a pena abrir apenas durante o dia e demandaram o funcionamento a noite.

Doria enfatizou que as decisões sobre o tema são tomadas pela área da Saúde e que só assim é possível avançar no plano de reabertura gradual da economia.

"Amanhã, Bruno Covas e eu faremos uma coletiva. Se o comitê entender que há um protocolo que permita essa abertura, vamos seguir. Se eles disserem que não é hora, seremos obedientes. Aqui, em São Paulo, no tema coronavírus, quem manda é a saúde", afirmou.

Coronavírus