PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês
Jovem escapa por pouco de ser prensado por reboque em Goiás: 'Milagre'

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Recife

19/10/2020 18h13

O entregador de bebidas Ítalo Bruno Oliveira Carvalho, 23, nasceu de novo no último sábado (17). Por pouco, o jovem não foi esmagado por um reboque desgovernado, que bateu na motocicleta dele, enquanto ele estava agachado, por trás da moto, mexendo no celular. Carvalho teve um ferimento na perna e levou 20 pontos. Ele se recupera em casa.

Em entrevista ao UOL, Carvalho afirmou que o reboque se desprendeu de um caminhão de bebidas que estava parado na rua, saiu descendo pela via, derrubou o muro da distribuidora e bateu no local exato em que ele estava, junto à motocicleta dele. O acidente aconteceu em uma distribuidora de bebidas, no município de Cezarina (GO), a 71 km de Goiânia.

Nas imagens, o rapaz aparece acocorado, mexendo no telefone celular, por trás da motocicleta dele. Segundos antes, um cachorro passa pelo local. Em seguida, o reboque invade a cena. Carvalho se desvia, pulando para o lado esquerdo. O equipamento derruba uma pilastra do imóvel, esmaga a moto contra a parede e para ao danificar parte da edificação da distribuidora de bebidas.

Carvalho contou que não tinha visto o reboque descendo em sua direção e foi o grito de um homem que passava na rua que o salvou. Ele conseguiu, por um triz, se afastar do meio do reboque, que colidiu com a motocicleta e só parou depois que entrou na parede da distribuidora.

"Estou vivo por um milagre. Vi o vídeo e todas as vezes sinto um gelo no corpo, pois se não fosse um homem que estava na rua que gritou 'cuidado' eu tinha morrido ali. Na hora, eu levantei a cabeça e já vi o reboque encostando, foi tudo muito rápido e eu consegui ir para o lado. Foi o grito que me salvou, foi um milagre. Nasci de novo", disse o jovem.

O entregador informou que não registrou o acidente na polícia, assim como a distribuidora, pois o proprietário do caminhão se comprometeu em pagar a recuperação da moto e os dados causados ao muro e parede da distribuidora. Carvalho disse ainda que está recebendo assistência médica do homem, que não teve o nome divulgado pela vítima.

Cotidiano