Topo

Conteúdo publicado há
2 meses

Senador mostra 'dedo do meio' na TV em entrevista sobre colega com covid

Colaboração para o UOL, em João Pessoa (PB)

20/01/2021 21h22Atualizada em 21/01/2021 08h34

O senador paraibano Ney Suassuna (Republicanos) criou polêmica após cometer uma gafe durante entrevista a uma emissora de televisão da Paraíba na tarde de hoje. Após ser perguntado sobre o também senador José Maranhão (MDB), que está internado em tratamento contra a covid-19 desde o mês de novembro, Suassuna fez um gesto obsceno mostrando o dedo do meio diante da câmera.

O gesto foi exibido pela TV Correio, afiliada da Rede Record na Paraíba, ao vivo, durante um programa sobre política. Suassuna é suplente do senador Veneziano Vital do Rego (MDB), atualmente licenciado.

Na entrevista, Suassuna faz o gesto logo após dizer que deseja a recuperação do colega. Em seguida, responde a outro questionamento do apresentador.

Em nota, a assessoria de imprensa do senador disse que houve um mal-entendido, e que "na verdade, o senador gesticulou com a mão direita ao reclamar da entrada de um assessor na sala onde concedia a entrevista". Informou ainda que "qualquer outra interpretação do vídeo significa uma atitude maliciosa".

A nota destaca que na mesma entrevista o senador Ney Suassuna prestou solidariedade ao colega senador. José Maranhão tem 87 anos e é o senador mais velho em atividade no Senado Federal. Ele foi internado no dia 29 de novembro, após apresentar sintomas de covid-19. Inicialmente foi internado em um hospital particular de João Pessoa, sendo transferido dias depois para São Paulo, onde continua em tratamento.

MDB repudia gesto

Também em nota, o MDB manifestou total repúdio contra o ato praticado por Suassuna. "Decerto deslembrado de que sua imagem estava sendo transmitida ao vivo em áudio e vídeo, proferiu um gesto obsceno com as mãos ao ser indagado sobre o que esperava sobre a recuperação do estado de saúde do senador José Maranhão e se os demais colegas de Senado estavam sentindo sua falta no legislativo em razão do licenciamento para tratamento".

O MDB destaca que o gesto de Suassuna "também revela um nefasto sentimento contra as milhares de vítimas brasileiras que tentam se recuperar, afora as que não resistiram, deste malfadado vírus que transformou a face do planeta - postura jamais esperada de qualquer ser humano, tampouco de alguém que ostenta, mesmo como suplente, uma representatividade popular".

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que informou o quinto parágrafo, o senador José Maranhão tem 87 anos, e não 84. A informação foi corrigida.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Senador mostra 'dedo do meio' na TV em entrevista sobre colega com covid - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Cotidiano