PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Suspeita de atear fogo no filho é presa; drogas teriam motivado crime

Polícia de Minas prendeu a mãe do rapaz, que foi internado - Divulgação
Polícia de Minas prendeu a mãe do rapaz, que foi internado Imagem: Divulgação

Elisângela Baptista

Colaboração para o UOL, em Juiz de Fora (MG)

25/02/2021 08h55

Uma mulher de 48 anos foi presa ontem, suspeita de jogar gasolina no corpo do próprio filho e, em seguida, atear fogo. O crime aconteceu em Belo Horizonte e o motivo seriam as sucessivas brigas entre os dois por causa de drogas.

De acordo com o registro policial, os militares foram chamados para atender a uma ocorrência no bairro Aarão, região Norte da capital mineira. Quando chegaram ao local, a mãe alegou que era constantemente ameaçada pelo filho de 18 anos, que, de acordo com ela, é usuário de drogas.

Ainda segundo o BO, sentindo-se acuada por ele, a mãe arremessou um frasco com gasolina em direção às pernas da vítima e ateou fogo. As chamas se alastraram pela casa e foi necessária ajuda dos vizinhos para conter o incêndio.

Já o rapaz, ao ser interrogado pela polícia, confirmou que usa drogas, mas disse que a briga teria começado por causa de uma caixinha de som, que pertence a mãe dele. Entretanto, o rapaz negou tê-la agredido.

Ainda segundo a PM, a vítima teve queimaduras de segundo grau nas pernas e foi atendida inicialmente na Unidade de Pronto Atendimento Norte (UPA Norte). Por conta da gravidade das lesões, o jovem teve de ser transferido para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.

A polícia informou que ele estava consciente e que o estado de saúde é estável.

Cotidiano